Conceito.de

Conceito de narcotráfico

O narcotráfico é o comércio ilegal de drogas tóxicas (ou narcóticos) em grandes quantidades. O processo que começa com o cultivo das substâncias, segue com a produção e finaliza com a distribuição e a venda costuma ser realizado por diversos carteis especializados numa determinada parte da cadeia.

Os maiores grupos dedicados ao narcotráfico têm presença à esfera global e ostentam um poder semelhante ao de um governo. Os seus integrantes dispõem de poderosos armamentos e os seus líderes lidam com quantias avultadas de dinheiro.

Ao serem ilegais, as drogas adquirem um grande valor económico. Existe uma situação de escassez, pelo que os toxicodependentes estão dispostos a pagar o que for necessário, custe o que custar, para ter acessos às ditas substâncias. Posto isto, o narcotráfico consegue ser um negócio tão arriscado e perigoso quanto lucrativo.

Os Estados Unidos possuem o maior mercado de consumo de drogas.

A falta de legalização de certos estupefacientes, como a cocaína ou a heroína, não é casual. Este tipo de substâncias causa sequelas gravíssimas e irreversíveis ao consumidor. Por outro lado, o seu consumo origina violência, incentiva ao crime e deixa imensas pessoas à margem da sociedade.

Existem três países na América do Sul que cultivam a coca (matéria-prima para a cocaína) em larga escala, sendo eles: a Bolívia, o Peru e, especialmente, a Colômbia. A ONU descreve esses três como sendo os que produzem cerca de mil toneladas de cocaína todos os anos.

A maioria das legislações internacionais proíbe, por conseguinte, a produção, a distribuição e a venda de drogas, à excepção daquelas que são usadas na medicina e de algumas substâncias que são toleradas a nível social (como é o caso do álcool e do tabaco). Os consumidores, regra geral, não são sancionados, já que se trata de doentes que precisam de ajuda para recuperarem.

Os países do chamado Terceiro Mundo, localizados na América do Sul e na Ásia, tendem a ser os produtores de droga, ao passo que os principais mercados de consumo se encontram nos Estados Unidos e na Europa.

São utilizados os mais diferentes meios para a distribuição das drogas para os mercados que as consomem, por exemplo: podem ser transportadas por via marítima através de barcos, por via aérea (em aviões) ou por terra através de carros, ônibus, caminhões, entre outros.

Os narcotraficantes também costumam enviar grandes quantidades de drogas em contêineres, onde elas vão misturadas com produtos como arroz, soja, fumo, entre outros.

O mercado dos narcóticos é amplo e a cada ano ele se expande cada vez mais. Dados apontam que aproximadamente 5% das pessoas pelo mundo são usuárias dessas drogas ilícitas. E entre essas drogas, tem-se a maconha como a que é mais consumida.

Mas os que comercializam essas drogas ilícitas não atuam apenas com isso, existem os que também comercializam produtos contrabandeados, os que se envolvem com roubo a banco, roubo de veículos, financiam campanhas políticas, atuam com tráfico humano, prostituição infantil, tráfico de armas, venda de órgãos, sequestros, lavagem de dinheiro, entre outros.

O narcotráfico, por ser uma atividade ilegal, é responsável por um grande número de detenções e também de casos de assassinato. No Brasil, por exemplo, há uma parcela considerável de homens e mulheres presos por conta disso, sendo as mulheres em maior número.