Conceito.de

Conceito de objeto

Escutar o artigo

Objeto pode ser algo físico ou imaterial, desde que seja o foco dos pensamentos e sentimentos de alguém. O termo deriva do latim “obiectus” (“empecilho” ou “algo que está adiante”).

objeto
Bolinhas de gude são exemplos de objetos materiais, que são palpáveis

Mas quando se fala em objeto, o primeiro conceito do qual se tem noção é toda coisa material, aquilo que pode ser tocado, ainda que o mesmo se encontre estático.

Uma bola, um caderno ou mesmo um brinco pode ser um objeto, posto que são elementos palpáveis e sobre os quais uma pessoa pode manter o seu foco. De igual modo, uma espada que esteja presa numa rocha é também um objeto.

É comum o uso do termo também para se referir a mercadorias ou artigos numa loja, por exemplo: “temos diversos objetos para decoração”.

Com isso, se poderia concluir que tudo o que pode ser tocado é um objeto, no entanto essa seria uma conclusão completamente equivocada. Uma pessoa, por exemplo, mesmo se tratando de uma individualidade física, não pode ser considerada um objeto.  Nesse caso, objetos são coisas inanimadas: um celular, lápis, fone, bolinhas de gude, etc.

Objeto no tocante a sentimentos

Mas há ainda o uso do termo objeto para referir-se a algo que é abstrato e para o qual uma pessoal volta os seus pensamentos, por exemplo: se uma pessoa diz que há alguém que é o objeto dos seus desejos, o que ela quer dizer é que possui uma atração por aquela pessoa ou que nutre sentimentos por ela.

Assim, objeto se refere a algo que seja o seu foco, seu objetivo e para onde a pessoa volta seus sentimentos.

OVNI

Um OVNI (sigla para “objeto voador não identificado”) trata-se de um objeto ou mesmo uma luz que é visto no céu, contudo que os pesquisadores não conseguem fazer a identificação. Existem muitos relatos de pessoas que disseram terem se deparado com OVNIs, o que fez com esses acreditassem que houvessem pessoas vivendo em outros planetas e que essas estivessem visitando a Terra.

Objeto direto e indireto

Na Língua Portuguesa, há o que se conhece por objeto direto e objeto indireto, ambos complementos verbais que ajudam a proporcionar complemento para os verbos transitivos.

O objeto indireto sempre terá preposição, por sua vez, o objeto direto quase sempre não possui preposição. Alguns exemplos de objeto indireto são:

– Vou à praia;

– Estudo em casa;

– Gosto de maçã.

Nesse caso, há as preposições “à”, “de” e “em”.

 

E alguns exemplos de objeto indireto são os seguintes:

– Vendo carros;

– Leio revistas;

– Faço arte.

Programa orientado a objetos

Em informática, há o programa orientado a objetos (POO) que se trata de algo relacionado a programação, sendo que esses objetos possuem dados essenciais em forma de campos (atributos) e métodos (que seriam códigos representados por procedimentos). A POO se trata de um padrão de desenvolvimento que é seguido por linguagens como Java e também C#, por exemplo.

Também em informática, dá-se o nome de objetos aos itens que um desenhista use num programa desenvolvido para a criação de animações. Os elementos que ele aplica para a criação de cenários e personagens, por exemplo, são chamados de objetos.

Objeto astronômico

conceito de objeto
No âmbito da física, objeto trata-se de uma entidade física com existência comprovada, sendo a Lua um exemplo

Em física, denomina-se “objeto astronômico” a entidade física que teve sua existência no universo confirmada, por exemplo: o Sol, a Lua, os planetas, os cometas, entre outros. Para esse é dado também o nome de objeto celestial.

Objeto: outros conceitos

Uma pessoa pode ainda mencionar objeto quando quiser se referir a algo que seja o ponto central de uma conversa ou discussão, por exemplo: “o objeto do nosso debate hoje é a extração ilegal de madeira”. Nesse caso, ela refere-se ao exercício das capacidades mentais.

O objeto de uma discórdia é o motivo de uma ou mais pessoas não conseguirem entrar num acordo ou terem uma vida em harmonia. E esse pode ser tanto algo imaterial, como um acontecimento, como ainda pode ser algo material ou mesmo um indivíduo: “Ela é o objeto de discórdia entre eles”.

Ainda nesse conceito de objeto, ele pode definir o motivo de algo ou razão de um comportamento: “isso sempre foi motivo de desconfiança”.

É comum também o uso da expressão “não sou um objeto” quando uma pessoa quer dizer que não deve ser tratada como se não fosse um ser humano. Geralmente, essa expressão é utilizada por quem encontra-se num relacionamento em que a outra pessoa apenas queira tirar proveito do que ela possui.

É comum que as pessoas remetam a ideia de objeto a coisas menores, que possam ser transportadas usando apenas as mãos, tais como uma caneta, um copo, etc. Mas, na realidade, um objeto pode ser qualquer coisa com caráter material e inanimado.

Já na filosofia, é definido como objeto tudo o que se pode conhecer e sentir, incluindo a própria pessoa. E isso independe de ideias.

O objeto de ordem jurídica, por fim, trata-se do conteúdo de um ato que é algo obrigatório num contrato, por exemplo.

Citação

SOUSA, Priscila. (5 de Julho de 2022). Conceito de objeto. Conceito.de. https://conceito.de/objeto