Conceito de ordinais


Jan 04, 15

O termo latino ordinālis chegou ao português com a designação ordinal, um adjectivo que menciona aquilo que está relacionado com uma ordem. A noção é usada sobretudo no âmbito da matemática e da gramática.

Os ordinais, para a matemática, são os números que representam uma certa ordem no marco de um conjunto que se pode definir com bem ordenada. Os números ordinais finitos correspondem com os números naturais, ao passo que o ordinal infinito que aparece no primeiro lugar é chamado ω.

No campo da gramática, os ordinais são adjectivos numerais que permitem reflectir uma sucessão de elementos com uma determinada ordenação. Terceiro, sétimo, nono e vigésimo-quinto são alguns dos adjectivos deste tipo, entre muitíssimos outros.

Exemplos: “O piloto francês finalizou a corrida no quarto lugar, depois de protagonizar um sério acidente”, “O objectivo é que a empresa se torne o primeiro posto de vendas a nível regional”, “Gostaria de felicitar o director neste décimo aniversário da instituição”.

Os ordinais são de uso frequente no âmbito de desporto, já que permitem indicar a posição dos participantes de uma competição. Na tabela das posições de um torneio de futebol, a equipa vencedora é aquela que finaliza a competição no primeiro lugar.

Os ordinais também podem ser pontos que se mencionam dentro de uma lei ou de outro tipo de norma: “O ordinal 14º do artigo 258 do Código Penal não se pode aplicar neste caso”, “O Supremo Tribunal poderá declarar que o quarto ordinal da norma é inconstitucional”.