Conceito.de

Conceito de partido

Partido é uma conjugação do verbo partir (mais precisamente, é o particípio passado): destroçar ou desfazer uma coisa em pedaços, separar as suas partes. O habitual é que, quando algo se parte e, por conseguinte, fica partido, deixo de funcionar ou servir.

Por exemplo: “Posso ir a tua casa ver o jogo? A minha televisão está partida”, “Precisei de sair à rua com o relógio partido porque não encontrei outro”, “Quando chegámos ao carro, descobri que o farolim da frente estava partido”.

Aquilo que está partido, em suma, precisa de ser consertado ou reparado para recuperar o seu estado original ou a sua funcionalidade. Retomando os exemplos anteriores, um televisor partido não se pode acender ou não mostra correctamente as imagens: por isso, deve ser reparado. O relógio partido deverá, muito provavelmente, de ser consertado por um ourives ou relojoeiro para voltar a funcionar.

É importante ter em conta que o partido não só faz referência a algo que se partiu física como materialmente. Também pode mencionar uma coisa que se destruiu ou se danificou em sentido figurado, como é o caso das pessoas que garantem que têm o coração partido desde que se zangou com a sua companheira. O indivíduo em questão não está a indicar que sofre de um problema cardíaco ou que lesionou o órgão que conhecemos pelo nome de coração: a expressão “coração partido” significa sofrer de problemas sentimentais.

No âmbito da informática, fala-se de link partido quando, ao tentar entrar num sítio, este encontra-se inacessível porque já não está disponível.