Conceito.de

Conceito de perfídia

Perfídia é um termo que deriva da língua latina: perfidĭa. O conceito é usado para denominar um engano, uma infidelidade ou uma falta/falha que consiste em violar um suposto compromisso assumido.

Ao comportar-se com perfídia, uma pessoa afirma que atuará de uma determinada maneira para depois mudar precisamente quanto o outro estava à espera do comportamento anunciado. Esta mudança repentina permite-lhe tirar proveito.

A perfídia tende a ser tipificada e proibida dentro dos diversos tratados e convenções que determinam os princípios a respeitar por ambos os bandos durante as guerras. Considera-se que fingir ser um civil, inventar uma incapacidade física por feridas de combate ou simular a rendição constituem atos de perfídia.

No dia-a-dia, também podem aparecer condutas que se inserem dentro da perfídia. Suponhamos que dois homems discutem e andam à porrada. No dia seguinte, um chama o outro dizendo-se arrependido e que quer fazer as pazes; por isso se encontra com ele num praça para conversar. Quando a pessoa convocada chega ao lugar, apercebe-se de que o sujeito em questão o aguarda com mais três homens para o agredir. Pode-se dizer, por conseguinte, que o homem que fingiu arrependimento agiu com perfídia ao querer encontrar-se com ele.

Outro caso seria de um marido ou esposa que trai o seu parceiro, mas depois pede perdão e diz que não fará mais aquilo, que foi um grande erro, contudo aquela pessoa segue fazendo aquilo em segredo do seu parceiro, o que se constitui no ato de perfídia.

É comum também descrever que uma pessoa que cometeu a perfídia seja uma pessoa desleal, alguém em que não se pode confiar, que siga realizando atos desse tipo.

Outro exemplo de ato de perfídia seria referente a crucificação de Jesus Cristo, onde os judeus foram considerados traidores por favorecerem a crucificação de Jesus. E é por isso que essa é uma discussão que se arrasta por séculos.

Há ainda como exemplo perfídia também o uso de dopagem em esportistas, o que se constitui numa trapaça. Essa substância consumida pelo atleta lhe constitui aumento da sua capacidade, o fazendo obter melhores resultados, mas esse atleta está agindo com perfídia, enganando seus treinadores e também as pessoas que o admiram, além de seus adversários, indo contra as regras que foram estabelecidas.

Pode ser definido como um ato de perfídia também quando uma pessoa é ajudada e depois age com deslealdade contra a pessoa que a ajudou, tal como: resgata-se uma pessoa das ruas que é usuária de drogas, essa pessoa vive por um certo tempo na casa de quem a resgatou e mostra que está mudando, mas depois ela rouba o seu ajudador para comprar drogas, sendo que na realidade ela apenas queria isso desde o começo.

“Perfidia” também é o título de uma canção escrita por Alberto Domínguez, um compositor nascido em 1907 no México e fallecido en 1975. Este bolero, editado pela primeira vez em 1939, foi interpretado por Los Panchos, Armando Manzanero, Sara Montiel, Luis Miguel, Plácido Domingo e La Portuaria, entre outros artistas.