Conceito.de

Conceito de placa de Petri

Julius Richard Petri foi um cientista alemão nascido em 31 de maio de 1852 em Barmen, um distrito pertencente à cidade de Wuppertal, e morreu em 20 de dezembro de 1921 em Zeitz. Especializado em microbiologia, é o inventor de um recipiente de cultura celular.

A placa de Petri, também conhecida como caixa Petri, foi criada por este microbiologista quando colaborou com Robert Koch (1843-1910), o médico que recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1905. Petri inventou o recipiente em 1877.

Feita de plástico ou vidro, a placa de Petri é redonda e tem uma tampa com um diâmetro maior do que o próprio recipiente. Isso permite que a placa feche, mas de forma não hermética. Na placa de Petri é possível desenvolver cultura celular, analisar o comportamento de seres muito pequenos ou estudar como germinam as sementes, por exemplo.

É comum que as placas de Petri sejam usadas em laboratórios para a cultura de microrganismos. Normalmente, o fundo do recipiente é coberto com um meio de cultura e, em seguida, trabalha-se com a proliferação das bactérias ou organismos em questão.

Existem diferentes técnicas para usar a placa de Petri. Se quisermos estudar colônias de microrganismos, o recipiente pode ser colocado de cabeça para baixo para que o meio de cultura esteja no setor superior. Quando o vapor de água causado pelo metabolismo dos organismos se condensa, cai na tampa, enquanto os seres permanecem ligados ao substrato.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (29 de Julho de 2019). Conceito de placa de Petri. Conceito.de. https://conceito.de/placa-de-petri