Conceito.de

Conceito de porto marítimo

Escutar o artigo

O termo porto pode usar-se em diferentes âmbitos. Trata-se, na sua acepção mais ampla, da infraestrutura que inclui diversos serviços para a realização de uma certa operação.

porto marítimo
Em alguns portos marítimos podem haver docas para a estância dos barcos

O significado mais habitual de porto está relacionado com o espaço que, situado numa orla ou na costa, permite que os navios realizem operações de descarga e carga ou de desembarcação e embarque. Quando essa infraestrutura se encontra junto ao oceano, fala-se de porto marítimo.

Estes portos, por conseguinte, proporcionam aos barcos um lugar seguro na costa marítima para realizar diferentes tarefas. Através de diferentes obras, como a construção de diques, os navios ficam ao abrigo da ondulação. Desta forma, é possível carregar ou descarregar mercadorias ou favorecer a entrada e saída de tripulantes e passageiros com maior comodidade.

Os portos marítimos costumam incluir docas para a estância dos barcos, cais para permitir o amarre, depósitos para armazenar as mercadorias e sistemas de sinalização para facilitar as entrada e as saídas ao porto.

Cabe destacar que os portos marítimos podem ter diferentes orientações de acordo com os barcos que recebem. Alguns portos trabalham com embarcações piscatórias, outros orientam-se para o comércio e alguns especializam-se na atividade turística.

Um exemplo de porto marítimo é o Porto de Barcelona (Espanha), que fica ao pé do mar Mediterrâneo. Tem mais de vinte quilómetros de atraques e cais de carga e descarga e uma superfície em terra de mais de 800 hectares.

O Porto de Mar del Plata (Argentina), junto do mar Argentino, está protegido por dois quebra-mares e permite o desembarque de cruzeiros internacionais, para além da operação de barcos pesqueiros e de outra natureza.

Portos marítimos e comércio internacional

conceito de portos marítimos
Nos portos marítimos é comum que haja variados tipos de contêineres

Cabe ainda dizer que os portos marítimos são de grande importância, especialmente, para o comércio internacional, uma vez que é por ali onde entram e saem embarcações com produtos para exportação.

Os portos asiáticos, por exemplo, estão entre os mais importantes do mundo para o comércio internacional, destacando-se portos chineses. Eles tanto importam quanto exportam e precisam desses locais para o transporta das mercadorias.

Se comparado com o transporte aéreo, esse meio é mais econômico, ainda que mais demorado. Por isso esses portos são locais tão importantes para alguns países.

O Brasil, que possui bacias hidrográficas, possui 76 terminais de portos marítimos no interior, sendo: 52 no Norte, 18 no Sul e 6 na região Centro-Oeste. E somando essas com as instalações do litoral destinadas a viagens de longo curso, então há 175 portos, sendo essas instalações as responsáveis por aproximadamente 95% do que entra e também do que sai do país.

As relações comerciais são de grande importância para o crescimento e desenvolvimento econômico em vários países. De um lado estão os países que possuem recursos naturais em abundância (petróleo, recursos da agricultura, gás natural, etc.) e do outro lado estão os países com tecnologia avançada que importam esses recursos para usar como matéria-prima para desenvolverem equipamentos e demais produtos industrializados.

Tudo isso faz parte a globalização, a qual é essencial para tornar as empresas mais competitivas, além de ainda ajudar a torná-las mais modernizadas.

E nesses portos são comportados variados tipos de contêineres, os quais são desenvolvidos para as mais distintas cargas, tais como: contêineres para granéis sólidos, para líquidos, para animais que estão vivos, contêineres para petróleo, entre outros.

Os tipos de portos que existem no Brasil

No Brasil, os portos costumam ser classificados segundo a sua localização e também com base no sistema portuário que é determinado pelo Ministério da Infraestrutura, havendo então:

– Os portos marítimos: os quais são destinados para receber linhas de navegação oceânicas, seja em navegações internacionais ou domésticas (cabotagem);

Portos fluviais: os quais fazem a recepção das linhas de navegação que são destinadas para outros portos dentro de uma mesma região hidrográfica, por exemplo. Esses portos recebem também o nome de “portos hidroviários”;

– Portos lacustres: essas fazem a recepção das navegações de linhas dentro de lagos. Esses portos estão em contato com lagos e também com o mar por meio de canais de navegação.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (30 de Agosto de 2015). Conceito de porto marítimo. Conceito.de. https://conceito.de/porto-maritimo