Conceito.de

Conceito de pronomes pessoais

Pronome, do latim pronōmen, é um tipo de palavra sem referente fixo. Os pronomes são determinados em função da relação que estabelecem com outras palavras que já tenham sido ditas/citadas, podendo-se referir a pessoas ou a coisas extralinguísticas.

Os pronomes pessoais são aqueles que se costumam referir a pessoas, animais ou objectos e que não têm conteúdo lexical. Estes pronomes expressam diversas categorias gramaticais, sendo os mais usuais aqueles que indicam a pessoa gramatical. Os pronomes pessoais também podem distinguir o número gramatical (singular ou plural).

“Eu”, “nós”, “ele”, “tu” e “vós” são exemplos de pronomes pessoais. A expressão “Sou advogado e trabalho num gabinete jurídico do centro” tem sentido consoante a pessoa que pronuncia a frase. O pronome pessoal “eu” indica que quem faz esse comentário é “advogado”.

Se uma pessoa quiser comentar que outro sujeito é “advogado” terá que dizer, dependendo do contexto: “Ele é advogado”, “Tu és advogado”, etc. Outra possibilidade é que o falante (emissor) seja “advogado” e queira incluir na sua expressão outro colega. Nesse caso, pode dizer “Nós somos advogados”, o que equivale a “Ele e eu somos advogados”.

Os pronomes pessoais também podem indicar posse (como “o meu” ou “o teu”) ou objectos verbais (“a mim”, “lho”): “Não te preocupes, o Carlos já mo tinha dito”, “Esse carro é teu?”, “Deixa esse caderno, que é meu”, “Um primo dela é futebolista profissional e joga na Áustria”, “Vamos para minha casa fazer o trabalho de ciências naturais. Assim, teremos a tarde livre”, “Este casaco agrada-me”.