Conceito.de

Conceito de psicobiologia

Escutar o artigo

Nem todos os dicionários reconhecem o termo psicobiologia. O conceito, no entanto, costuma ser usado para designar a matéria que aplica critérios e noções da biologia no estudo do comportamento das pessoas e dos animais.

Também denominada biopsicologia, a psicobiologia combina ferramentas da biologia e das ciências sociais para compreender os processos que se desenvolvem na mente. Estes processos estão relacionados com aquilo que acontece no cérebro, um órgão que se pode estudar com base em critérios biológicos.

A psicobiologia, por conseguinte, apela a biologia e à neurologia para oferecer explicações acerca do comportamento. Enquanto considera os processos da mente como processos orgânicos, desenvolve as suas teorias e explicações baseando-se no método científico.

Um psicobiólogo pode analisar e descrever as condutas. Deste modo, está em condições de aplicar os seus conhecimentos para o tratamento de problemas comportamentais através da acção sobre o seu substrato biológico. Não há que esquecer que a psicobiologia considera os processos psicológicos a partir do sistema biológico, tomando o organismo como uma unidade.

Assim como entende que o comportamento psicológico está relacionado com a biologia, a psicobiologia também toma a evolução da conduta como uma questão vinculada à genética. Da mesma forma, as emoções, as motivações e certos problemas da mente estudam-se a partir dos aspectos neurobiológicos que os determinam em processos mentais concretos e específicos.

A psicobiologia, por outro lado, também analisa as dependências, uma vez que estuda as ações psicotrópicas das substâncias e de que forma estas alteram/influem a conduta.

Surgiram muitas questões polemicas no que tange a determinação biológica do comportamento quando a psicologia foi usada para estudar o comportamento humano, sendo que algumas dessas questões foram: a relação entre a fisiologia e o comportamento dos seres humanos, de que maneira o ambiente pode influenciar no organismo, se há uma determinação genética para o comportamento, etc.

Mas a psicologia não conseguiria, por si só, responder a tais questões sem que fosse usada a biologia também. É por isso que a psicobiologia trata-se de uma área de pesquisa comum para as duas ciências, sendo que ela objetiva o desenvolvimento do conhecimento sobre as bases biológicas do comportamento. Dos temas que são estudados pela psicobiologia há: drogas e doenças mentais, aprendizagem, os estados psicológicos, a estimulação sensorial, entre outros.

Também chamada de neurociência comportamental, ela tem sido relacionada com diversos contextos, sempre ressaltando o quão importante é a biologia, uma disciplina focada no estudo do orgânico, neural e nas modificações celulares no comportamento, assim como a plasticidade em neurociência e também as doenças biológicas em todos os aspectos.

Mas além disso, ela ainda concentra seus esforços de estudo para analisar o comportamento e os assuntos com os quais se preocupa, por meio de um ponto de vista científico. Desse modo, a psicologia ajuda nesses casos como uma disciplina complementar, contudo essencial nas ciências neurobiológicas.

O termo “Psicobiologia” apareceu pela primeira vez em seu sentido moderno no livro de Knight Dunlap publicado em 1914. Dunlap foi também fundador e editor-chefe de uma revista dedicada à psicobiologia.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (1 de Outubro de 2015). Conceito de psicobiologia. Conceito.de. https://conceito.de/psicobiologia