Conceito.de

Conceito de rapina

Rapino é um adjectivo referente à zoologia para qualificar determinadas aves. As aves de rapina (ou rapinas), por conseguinte, são aquelas que recorrem à caça para procurar alimentos.

Uma ave rapina, por conseguinte, faz uso das suas garras e do seu pico para apanhar a sua presa, matá-la e alimentar-se da sua carne. Graças às suas características anatómicas, estas aves podem alimentar-se de animais que são muito maiores do que elas no que toca ao seu tamanho.

Em alguns casos, as aves rapinas também são carnívoras (isto é, alimentam-se de animais que já estão mortos, sem necessidade de os caçar). O condor, a água, a gaivota, o abutre, o falcão são alguns tipos de aves rapinas.

Dá-se o nome de cetraria à técnica que consiste em amestrar aves de rapina para a caça. Trata-se de uma modalidade medieval que, com o tempo, foi desaparecendo, embora se conserve como tradição ou prática desportiva em algumas regiões.

Em sentido figurado, o adjectivo é usado para qualificar os indivíduos que se dedicam a certos tipos de delitos, como o furto. A acepção da noção supõe uma espécie de analogia com o que fazem as aves quando atacam as suas presas.

Suponhamos que um homem caminha por uma rua e, logo a seguir, é abordado por três delinquentes que, em poucos segundos, lhe dão um soco, tiram-lhe a carteira e o seu telefone, e vão embora, deixando-o ferido. Perante isto, poderia dizer-se que a vítima foi abordada por três rapinas.