Conceito.de

Conceito de reflexo

O termo reflexo provém do latim reflexus e tem vários usos. Um reflexo pode ser uma resposta involuntária e previsível perante um estímulo; a luz refletida ou a imagem de alguém ou de algo que se reflete numa superfície; aquilo que evidencia outra coisa; e a capacidade de se reagir de forma rápida e eficiente, por exemplo.

Enquanto resposta involuntária, o reflexo é uma forma de comportamento que se repete em toda uma espécie. Trata-se de uma resposta local, que implica uma única parte do organismo, e cujo mecanismo é “ativado” automaticamente.

Um ato reflexo é uma ação involuntária que tem lugar quando um receptor sensorial é estimulado. O neurónio sensorial recebe o estímulo e envia-o para um centro reflexo que se encontra na medula espinal; esta retransmite-o para um neurónio motor, que responde ao estímulo, ativa a secreção de uma glândula ou produz um movimento muscular.

Como reflexão da luz, um reflexo é a irradiação luminosa emitida por um corpo, o efeito produzido pela luz refletida. Esta reflexão pode ser especular (como acontece num espelho) ou difusa (a imagem mantém-se, mas é refletida a energia).

Por outro lado, um reflexo é algo que evidencia outra coisa. Por exemplo: “A sua irritação com o treinador foi o reflexo de uma má relação que já reina há vários meses”.

Reflexo é um termo usado também quando se quer descrever que uma pessoa se parece com outra, por exemplo: “você é o reflexo do seu avô” ou ainda “em muitos casos, os filhos são o reflexo dos pais”. Nesse caso, isso descreve o desenvolvimento de um comportamento baseado na vivência de uma pessoa com outra, tendo contato direto com seus costumes, gostos, manias, etc.

No caso dos filhos, muitos descrevem que eles são como uma esponja que absorvem tudo o que os pais fazem (escutam e veem o comportamento e ações deles), sejam coisas boas ou ruins.

Também, o reflexo como capacidade de uma pessoa refere-se à sua forma de reagir: “Tentaram bater-me, mas consegui escapar graças ao meu amigo Gabriel, que tem óptimos reflexos”.

Sabe-se que reflexos são uma reação que os seres vivos possuem diante de um estímulo visual, sono ou mesmo físico. E os bebês possuem vários tipos de reflexos que são reações musculares que ajudam, inclusive, na realização da avaliação do seu estado de saúde. Algumas dessas reações são o reflexo de moro (muito comum em recém-nascidos), o reflexo de sucção, reflexo do bocejo, reflexo de Galant, reflexo da tosse, entre muitos outros. E dentre esses reflexos há o que é chamado de reflexo de paraquedas.

O reflexo de paraquedas trata-se de uma reação involuntária desenvolvida nos bebês a partir dos cinco meses. Esse reflexo é induzido quando se segura o bebê na posição vertical (segurando-o por baixo das axilas) e em seguida se gira-o levemente para frente como se o mesmo fosse cair, nisso a reação do bebê é erguer os seus braços como se ele fosse fazer o amortecimento da “queda” com eles.