Conceito.de

Conceito de regra de três simples

A regra de três é um mecanismo que permite a resolução de problemas vinculados à proporcionalidade entre três valores que se conhecem e um quarto que é uma incógnita. Graças à regra, pode-se descobrir o valor deste quarto termo.

Noutros termos, uma regra de três é uma operação que se desenvolve para conhecer o valor do quarto termo de uma proporção a partir dos valores dos outros termos. De acedo com as suas características, é possível diferenciar entre a regra de três simples e a regra de três composta.

A regra de três simples é aquela que permite estabelecer o elo da proporcionalidade entre dois termos que se conhecem (A y B) e, a partir do conhecimento de um terceiro termo (C), calcular el valor do quarto (X).

Vejamos um exemplo. Um cozinheiro que, há dias, preparou três bolos com um quilo de farinha, agora dispõe de cinco quilos de farinha e quer saber quantos bolos consegue fazer. Para fazer o cálculo, aplicará a regra de três simples:

Se com 1 quilo de farinha preparou 3 bolos,
com 5 quilos de farinha preparará X bolos.
1 = 3
5 = X
5 x 3 = 1 x X
15 = X

Desta forma, o cozinheiro descobre que, com 5 quilos de farinha, pode preparar 15 bolos.

A regra de três simples pode ser directa ou inversa. No caso da regra de três simples directa, a proporcionalidade é constante a: a um incremento de A, corresponde um incremento de B em idêntica proporção.

Na regra de três simples inversa, porém, a proporcionalidade constante a solo é conservada quando, a um incremento de A, corresponde-lhe uma diminuição de B.