Conceito de remissão


Nov 29, 14

Remissão é um termo que deriva do latim remissĭo e que está relacionado com o verbo remitir. Esta acção pode associar-se a mandar/enviar uma coisa a um indivíduo que se encontra noutro sítio, ou a limitar-se a fazer ou dizer aquilo a que alguém se comprometeu.

A remissão, por conseguinte, pode referir-se a estas acções propiamente ditas ou às consequências do mesmo.
Exemplos: “Comprova que a sucursal do norte comprovou a remissão dos papéis”, “Não respondi às críticas da oposição, o que demonstra a minha remissão aos trabalhos intrínsecos ao meu cargo”, “O condenado pediu uma remissão da pena para poder estar junto do seu filho doente”.

No campo do direito, conhece-se como remissão a acção decidida por um sujeito que abdica de um direito que possui frente a outro indivíduo, o que faz que esta segunda pessoa fique livre de saldar a sua dívida.

Para a medicina, diz-se haver remissão de uma doença quando o distúrbio aparece como inactivo naquelas pessoas que sofrem de um mal crónico. Se a remissão surpreende o médico por inesperada ou por não seguir os patrões clínicos habituais, fala-se de uma remissão espontânea.

As remissões espontâneas se podem produzir por diversos motivos, como um engano do profissional médico na hora de diagnosticar as características da doença, as consequências positivas que gera num paciente a ingestão de um placebo ou até causas que não se podem explicar a partir da ciência ou do racional (como aquelas curas atribuídas a um milagre).