Conceito.de

Conceito de revolta

Revolta é um termo que admite várias acepções. Pode tratar-se de uma alteração, de uma motim ou de um alvoroço a nível social. Neste caso, uma revolta é um movimento social que se opõe a alguma figura de poder ou a uma certa medida do governo e que costuma ter um carácter violento, podendo acabar mal e ser fatal.

Exemplos: “A revolta no país árabe resultou na demissão do primeiro mandatário”, “Houve quatro mortos e diversos feridos no meio da revolta que estalou na Grécia”, “O presidente está preocupado com as possíveis consequências da revolta”.

Por hábito, a revolta surge de um modo espontâneo como expressão de um conflito, seja este social, económico, político, etc. As pessoas reúnem-se nas ruas para expressar o seu inconformismo (desagrado) para com uma situação e na tentativa de conseguirem uma mudança ou de chegarem a um acordo.

Às vezes, a revolta deriva num movimento mais organizado que tem projeção no futuro. A revolta também se pode converter numa tentativa de revolução para conseguir uma mudança social ou política profunda.

Existem outras aplicações da ideia de revolta. Em sentido figurado, um estômago revoltado é aquele que que tem as suas funções alteradas/debilitadas ou que sente fome: “A comida deixou-me o estômago revoltado”.

Revolta pode ainda ser usado no sentido figurativo também para descrever quando uma pessoa sente-se inconformada com uma determinada situação. Por exemplo: “me revolta o modo como os habitantes daquela localidade são tratados pelo seus líderes”.

Em muitos casos, uma pessoa revoltada que não consiga se controlar pode acabar desenvolvendo sentimentos que a leve a cometer atos de infrinjam a lei, podendo responder por suas ações. A exemplo disso podemos citar uma pessoa revoltada com o Governo do seu país, com a criminalidade, etc., podendo querer fazer justiça por si mesmo.

A chamada Revolta da Vacina foi um evento ocorrido no Brasil no ano de 1904, na cidade do Rio de Janeiro (que naquela época era a capital do país). Com a varíola aumentando a cada dia o número de internações, fora produzida uma vacina, porém a população a rejeitava devido a que vacina consistia no uso de pústula de vacas doentes, sem contar que ainda havia o boato de que quem se vacinasse poderia contrair uma infecção bovina.

Ainda assim o povo fora obrigado a se vacinar, caso contrário correria o risco de perder emprego, a liberdade de se matricular na escola, tirar certidão de casamento, autorização para viajar, entre outros documentos e direitos. E assim fora feito uma espécie de motim popular, com o povo se negando a tomar a vacina.

Contudo, crê-se também que essa revolta fora devido as reformas que a cidade sofrera a fim de se modernizar, nisso, a população mais pobre fora removida de suas casas.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS