Conceito.de

Conceito de rubéola

Rubéola é o nome de uma doença vírica (isto é, que se apanha por um vírus) que provoca uma erupção cutânea (da pele) e inflamações glandulares. Trata-se de uma doença causada por um vírus que se torna presente no fluxo sanguíneo durante cerca de cinco dias depois do contágio, dispersando-se pelo organismo.

A rubéola é contagiosa: pode transmitir-se entre seres humanos pela tosse ou um espirro, por exemplo. Uma pessoa também se pode contagiar ao tocar uma superfície contaminada/infectada (como um copo ou uma cadeira).

Quando o vírus da rubéola chega ao sangue, ataca os glóbulos brancos. É importante ter em conta que, se uma mulher grávida contrair rubéola, o vírus pode infectar o feto e causar a morte deste por interromper a multiplicação celular.
O sintoma característico da rubéola é a erupção, que provoca manchas rosadas na pele da pessoa infectada. Além disso, a pessoa afecta ainda sofre incómodo causado pela inflamação dos gânglios, dor nas articulações, cefaleias (dores de cabeça), mal-estar na garganta e febre. Apesar de a rubéola poder ser mortal para o feto, nas crianças não costuma ser grave. Nos adultos, em contrapartida, pode trazer complicações.

Existe uma vacina que dá imunidade às pessoas contra a rubéola: é a mesma vacina (conhecida como tripla viral ou tripla vírica) que protege contra as papeiras e o sarampo. Quem já tiver contraído rubéola, por outro lado, também adquire imunidade (não volta a contrair esta doença).

Essa vacina, que é um método realmente efectivo e seguro para a prevenção contra esta doença, é indicada para crianças entre um ano e 15 meses de idade, com uma segunda aplicação recomendada às crianças entre os 4 e os 6 anos, à qual os médicos apelidam de “reforço”. Cabe indicar que, durante os surtos de epidemias, as campanhas de vacinação não têm em conta a idade dos indivíduos.

Como mencionado acima, as mulheres em idade fértil que queiram engravidar, devem redobrar os cuidados, já que um contágio pode pôr em risco a vida dos seus descendentes.
Por outro lado, é bastante importante salientar que as mulheres grávidas não devem ser vacinadas, sendo o mesmo válido para pessoas com cancro que estejam a fazer tratamentos com radiações ou cujo sistema imune esteja afectado por corticosteróides.

O tratamento da rubéola consiste na administração de paracetamol ou outro fármaco semelhante para reduzir a febre e minimizar o mal-estar. Além disso, os médicos costumam sugerir isolamento (para que o paciente não contagie outras pessoas) e repouso. No caso das crianças que tenham nascido com anomalias congénitas pelo facto de a respectiva mãe ter padecido da doença durante a gravidez, os tratamentos deverão ser determinados conforme as características particulares de cada um.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

base química

Aquilo que atua como suporte, fundamento ou essência de algo é chamado de base. A química, por outro lado, é a ciência...

Conceito de

bater

As primeiras definições de bater mencionadas no dicionário da Real Academia Espanhola (RAE) aludem a fazer um ataque, golpear...

Conceito de

taco

O conceito de taco é usado para nomear um pau com punho e ponta mais grossa que é usada em vários esportes para bater em uma...

Conceito de

base monetária

Para entender com precisão o significado da base monetária, devemos primeiro analisar cada um dos termos que compõem a...

Conceito de

envasamento

O conceito de envasamento é usado no campo da arquitetura com referência ao corpo que, composto do pedestal e da base, está...

Conceito de

basta

O uso mais comum do termo basta vem do verbo bastar, que se refere ao fato de ser suficiente para uma determinada coisa. Basta...

Conceito de

base tributável

Uma palavra grega que chegou ao latim como “basis” derivou, em nossa língua, no conceito de base. Embora tenha...

Conceito de

bastião

O termo italiano “bastione” chegou ao português como bastião. O conceito refere-se a um baluarte: uma...

ARQUIVOS