Conceito.de

Conceito de seita

Uma seita é um grupo de pessoas que partilham uma ideologia ou crença. O conceito surgiu para designar aquela comunidade cujos integrantes dispunham de afinidades em comum, que lhes permitiam diferenciar-se de outros conjuntos de indivíduos.

Com o tempo, a ideia de seita começou a aplicar-se ao grupo minoritário que se destaca de outro maior ou que segue uma doutrina diferente da maioria das pessoas. A noção também alude a certos comportamentos, condutas e atitudes que têm os líderes destes grupos e que são prejudiciais para os seus seguidores ou mesmo para a sociedade no seu conjunto.

Actualmente, são consideradas seitas os grupos religiosos que supõem um potencial perigo para a comunidade. Trata-se de agrupamentos fechados, que costumam instalar-se em lugares afastados e que não permitem que o resto da sociedade conheça as suas práticas em detalhe.

As seitas podem captar os seus aderentes através de diferentes métodos. Em geral realizam tarefas de persuasão e convencimento sobre pessoas que têm diferentes problemas (familiares, económicos, sociais, etc.), prometendo-lhes uma vida melhor se se juntarem ao grupo. Em muitos casos, esta intenção de somar gente à seita obedece a uma razão comercial, uma vez que a seita pode ser um grande negócio para o seu líder.

Quando desde o Estado se pretende desarticular uma seita (uma vez que é considerada violenta, prejudicial ou ilegal), costuma entrar em conflito a liberdade de culto com a intenção estatal. As autoridades devem demonstrar que as práticas destas pessoas realmente constituem um delito ou são perigosas.