Conceito.de

Conceito de tauromaquia

A tauromaquia é a modalidade que consiste em manter uma espécie de contenda com um touro. Um homem, a pé ou a cavalo, molesta o animal com o objectivo de o enfurecer para depois mostrar a sua destreza esquivando aos seus ataques. Geralmente, a prática acaba com o assassinato do touro.

Muitos consideram que a tauromaquia é uma arte enquanto outros denunciam a prática pela crueldade que implica para com os animais. Os rituais e eventos relacionados com a tauromaquia são bastante antigos, remontando à Pré-história.
Pode-se considerar a tauromaquia como toda a cultura que gira em torno da actividade e que inclui vestimenta típica, o uso de certos instrumentos ou armas, a criação dos animais, etc.

Desde as suas origens pré-históricas, a tauromaquia tem vindo a ser associada à valentia pelo facto de o homem demonstrar o seu valor ao enfrentar-se ao touro. Nos dias que correm, há quem relacione esta prática a questões estéticas, quando se têm em conta os movimentos que realiza o matador.

Hoje, a tauromaquia tem lugar através da actividade conhecida como corrida de touros. Bastante populares em Espanha, as corridas de touros ocorrem em recintos específicos (as chamadas praças de touros) e implicam a participação de várias pessoas, sendo a mais importante na cerimónia o toureiro ou matador. No final da corrida de touros, o animal morre.

Pelas suas características, existe um importante movimento mundial que se opõe à tauromaquia e que até já a conseguiu proibir em muitas regiões. Os defensores da tauromaquia, em contrapartida, garantem que o tratamento que recebe o touro não é tão cruel e sustentam que a prática permite a subsistência/sobrevivência da raça conhecida como touro de Lide.