Conceito.de

Conceito de teísmo

Denomina-se teísmo ao reconhecimento da existência de um deus que criou o universo e que ainda se envolve na sua conservação. O conceito também se pode vincular ao facto de crer em seres divinos.

A ideia de teísmo surgiu na Antiga Grécia relativamente à crença nas divindades que faziam parte do Olimpo. Com o tempo passaram a ser reconhecidos diferentes teísmos de acordo com as qualidades atribuídas aos deuses.

O monoteísmo, por exemplo, defende a existência de um único deus. O catolicismo, o judaísmo e o islão são religiões monoteístas. O politeísmo, em contrapartida, tem por base a crença em vários deuses, como acontece no hinduísmo. Em todos estes teísmos, aceita-se que o deus ou os deuses criaram o universo e se continuem a envolver no mesmo embora transcendendo-o.

O deísmo, por outro lado, reconhece a participação divina na criação do universo, embora descarte a posterior intervenção sobrenatural. Para o pandeísmo, efectivamente, deus e o universo são uma única coisa (por isso, não há “intervenção”).
O conceito de teísmo também dá lugar à noção contrária: o não-teísmo. Estas posturas não acreditam na existência de um deus criador e absoluto. O budismo é uma religião não-teísta: tem por base os ensinamentos de Buda Gautama, um ser humano que viveu quinhentos anos antes de Cristo.

No campo do não-teísmo podemos mencionar o ateísmo (não crêem em nenhum tipo de deus) e o agnosticismo (que afirma que não se pode suster a existência dos deuses, embora não a negue nem a descarte).

Tremor é o acto e a consequência de tremer. Este verbo, por sua vez, refere-se a sacudir-se ou agitar-se. Exemplos: “A notícia provocou um tremor intenso em todo o corpo: estava aterrada por aquilo que acabava de ouvir”, “O tremor causou danos menores na cidade”, “Comecei a preocupar-me quando notei um tremor persistente na minha mão esquerda”.

A noção de tremor está associada à ideia de terramoto. Este fenómeno, que também se conhece como sismo supõe um movimento brusco da crosta da Terra a partir de uma libertação de energia que se propaga como ondas sísmicas.

Desta forma, um terramoto implica um tremor de alguma região do planeta. Se os tremores forem intensos, podem provocar a destruição de construções e infra-estructuras. Em contrapartida, os tremores menores podem nem se notar.

Um tremor do corpo, para a medicina, pode ser una manifestação ou um sinal/sintoma de algum tipo de doença ou distúrbio. Neste caso, os tremores são movimentos involuntários e rítmicos de alguma área do corpo.

Uma doença que se caracteriza pelos tremores é a doença de Parkinson. Este transtorno neurodegenerativo ocorre a partir de danos em certos neurónios. Devido aos tremores, a pessoa perde a sua capacidade motora e mesmo a possibilidade de se expressar.
Cabe destacar que os tremores também podem provocar-se por motivos menores, como fadiga, calafrios ou ansiedade. Nestes casos, são movimentos temporais que cessam em pouco tempo e que não são considerados sinais de um quadro mais grave.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

dodecágono

O termo dodecágono, derivado da palavra “dodekágonos”, é usado no campo da geometria para nomear um polígono que...

Conceito de

domesticação

Domesticação é o ato e a consequência de domesticar: fazer com que um animal selvagem ou feroz modere seu temperamento e se...

Conceito de

domótica

A domótica é o conjunto de técnicas e sistemas que permitem realizar a automatização das várias instalações de uma casa....

Conceito de

FOFA

A sigla FOFA se refere a Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. O conceito aparece em um tipo de análise que as empresas...

Conceito de

dodecaedro

O termo grego “dodekáedros” chegou ao português como dodecaedro. O conceito é usado no campo da geometria para...

Conceito de

documentação

Documentação, da palavra latina “documentatiōne”, é o ato e o resultado de documentar: provar algo através de...

Conceito de

documentário

O significado do adjetivo documentário refere-se ao relativo a documentos: escritos ou outros materiais com dados...

Conceito de

dócil

Alguém dócil é disciplinado, submisso ou calmo. Em geral, este adjetivo proveniente da palavra “docĭle” é usado...

ARQUIVOS