Conceito de deus


Nov 05, 12

Deus é o ser supremo que as religiões monoteístas consideram como criador do universo. Trata-se de uma divindade à qual diversas religiões prestam tributo e louvam. A palavra provém do conceito latim deus e escreve-se com maiúscula inicial quando se refere à tal ideia de ser supremo para as religiões como o cristianismo, o judaísmo e o islamismo, entre outras.

De um modo geral, Deus é considerado como omnipresente (está em todo o lado), omnipotente (pode fazer tudo) e omnisciente (sabe tudo). Dependendo da religião, recebe diferentes nomes, como Alá (islamismo) ou Javé (judaísmo). As religiões que acreditam num só deus são as monoteístas; aquelas que crêem em vários deuses são as politeístas.

O cristianismo foi a primeira religião a enxergar Deus como uma espécie de observador que se encontra fora do mundo, o qual observa das alturas e com o qual estabelece comunicação directa em certas ocasiões. A partir de Santo Tomás de Aquino (1225-1274), o cristianismo reconhece que a existência de Deus não se pode comprovar cientificamente, e que este assunto pertence à área da metafísica.

A ciência que se encarrega do estudo das entidades divinas é a teologia. Existem diversas correntes filosóficas que discutem acerca da existência de um deus, como o deísmo (aceita a existência de um ser supremo, mas não a informação supostamente revelada através de escrituras ou de certas pessoas, como a Bíblia ou o Corão), o agnosticismo (desconhece a existência de um deus) ou o ateísmo (nega a existência de um deus ou considera que não está comprovado).