Conceito.de

Conceito de vau

A etimologia de vau remete-nos para a língua latina: vadus. O termo é usado para designar o sítio de um curso de água que, graças à sua profundidade escassa e ao seu fundo estável, permite a passagem.

Por exemplo: “Levámos mais de duas horas a caminhar e ainda não encontrámos nenhum vau: não sei como vamos atravessar esta zona”, “A rota atravessa um vau pouco profundo, que podes passar sem problemas”, “A camioneta ficou presa num vau”.

Os vaus podem ter uma origem natural ou serem o resultado do trabalho do homem para permitir as mudanças. Há vaus em arroios e rios que se podem atravessar a pé, a cavalo ou de automóvel (viatura, camioneta, camião, motocicleta, etc.).

O conceito, de todos modos, também tem outras acepções. Dá-se o nome de vau à obra que se realiza na via pública para permitir que os veículos possam aceder a um garagem ou a outro espaço: “Estou à espera que o município me conceda a autorização para realizar o vau para poder utilizar a cocheira”, “Senhor, é proibido estacionar junto a este vau uma vez que por aqui entrem e saem automóveis”.

A zona do mar onde se pode ancorar as embarcações também recebe o nome de vau: “Procuramos um vau para passar a noite e depois prosseguiremos viagem”, “Assim que eu encontrar um vau, atranco o barco”.

Por fim, cabe referir que o Algarve tem uma praia chamada Praia do Vau.