Conceito de deferência


Nov 29, 14

Deferência é um termo que provém do latim defĕrens. O conceito é usado para evocar um testemunho ou uma demonstração que reflectem respeito ou agradecimento para com alguém.

Por exemplo: “Valorizo a deferência que tiveste ao vires até à minha casa para conversar sobre este assunto”, “Não entendo a tua atitude: A Marta teve a deferência de te avisar que se despedir com um mês de antecedência e tu respondes-lhe com gritos e insultos”, “Não tolero a deferência para uma pessoa que tratou tão mal”.

A deferência, no entanto, pode-se entender como algo que transcende a cortesia e que é próximo da condescendência. Nestes casos, a deferência implica somar-se a um pensamento ou a uma conduta que é alheia, só para ficar bem com o seu responsável.

Noutros contextos, a deferência é uma acção amável que realiza uma pessoa que está situada numa posição superior ao destinatário do acto. Essa superioridade pode ser hierárquica, de força, de estatuto ou de outra classe. Suponhamos que um jogador de ténis profissional se confronta com um amador. Se jogasse ao máximo das suas capacidades, o profissional arrasaria o amador e a partida duraria uns poucos minutos. O jogador profissional, no entanto, pode ter a deferência de moderar as suas forças para que o encontro seja mais equitativo e que o amador se possa divertir e competir.

Outro exemplo de deferência ocorre quando um cantor famoso decide visitar um programa de rádio feito por estudantes de jornalismo que é transmite a partir de uma pequena emissora comunitária. O artista sabe que a sua visita não irá ser propriamente muito divulgada em termos de difusão, mas tem a deferência de participar do programa por respeito àqueles que o levam a cabo com esforço.