Conceito de paz




Out 16, 11 Conceito de paz

Com origem no termo latim pax, a paz pode ser definida num sentido positivo e num sentido negativo. No seu sentido positivo, a paz é um estado de tranquilidade e de quietude; já, em sentido negativo, a paz é a ausência de guerra ou violência.

A nível político e para o direito internacional, a paz é a situação e relação mútua vivida por aqueles que não estejam em clima de guerra. Trata-se, nestes casos, de uma paz social, onde são mantidas boas relações entre comunidades de indivíduos.

Ao longo da história, a paz social nem sempre foi considerada como algo bom. Alguns povos, como os vikings, baseavam o seu desenvolvimento nas pilhagens das comunidades vizinhas, pelo que exaltavam os ânimos dos guerreiros e as suas virtudes.

O vocábulo paz também se pode referir ao tratado ou acordo que é estabelecido entre governantes para acabar com um conflito bélico.

Quando a paz diz respeito ao plano individual, em geral, faz referência a um estado interior despojado de sentimentos negativos como o ódio ou a fúria. Por sujeito em paz entende-se qualquer pessoa que esteja tranquila (ou de bem) consigo mesma e, por conseguinte, com os outros.

Para a religião, a paz é também uma forma de saudação, uma vez que é um valor que se deseja para si mesmo e para o próximo, daí ouvir-se a expressão “Que a paz esteja convosco” e, em algumas missas, chega-se mesmo a dar um beijo no rosto da pessoa que estiver ao lado.

Por fim, podemos dizer que a Pax romana (paz romana) é um conceito que diz respeito a um governo que exerce o poder unilateral, de forma desmedida (sem controlo) e sem qualquer respeito pelos direitos dos cidadãos.