Conceito de risco




Jan 21, 12 Conceito de risco

O termo risco provém do italiano risico ou rischio que, por sua vez, deriva do árabe clássico rizq (“aquilo que se depara com a providência”). O termo faz referência à proximidade ou contingência de um possível dano.

A noção de risco costuma ser usada como sinónimo de perigo. O risco, no entanto, prende-se com a vulnerabilidade, ao passo que o perigo está associado à possibilidade de um prejuízo ou de um dano. É portanto possível distinguir o risco (a possibilidade de dano) e o perigo (a probabilidade de acidente ou patologia). Por outras palavras, o perigo é uma causa do risco.

Uma ameaça é outro conceito associado ao risco. Uma ameaça é um dito ou feito que antecipa um dano. Algo pode ser considerado como uma ameaça quando existe pelo menos um incidente específico no qual a ameaça tenha tido lugar.

Existem riscos de todo o tipo e que surgem em diferentes âmbitos. O risco laboral, por exemplo, permite fazer alusão à falta de estabilidade ou segurança no trabalho (num emprego). O risco biológico, por outro lado, faz menção à possibilidade de contágio no meio de uma epidemia ou através do contacto com materiais biológicos que são potencialmente perigosos.

O risco financeiro, por fim, está relacionado com a solvência monetária de uma pessoa, de uma empresa ou de um país. Esta noção diz respeito à capacidade de pagamento de uma dívida contraída. Um país com altos níveis de desocupação, baixa produção, elevada inflação e grandes dívidas, apresenta um risco financeiro muito elevado. Por isso, é pouco provável que essa nação tenha acesso a novos créditos, tendo em conta que teria de fazer face a sérias dificuldades para pagar os mesmos.