Conceito de amabilidade


Ago 21, 12

A amabilidade é a qualidade de ser amável. Este adjectivo qualifica aquele ou aquela que é afável, afectuoso(a) ou digno(a) de ser amado(a). Em sentido lato, entende-se por amabilidade qualquer acção amável: “Tenha a amabilidade de passar pelo meu gabinete”, “A Marta caracteriza-se pela sua amabilidade com os hóspedes”.

A amabilidade pode definir-se como um comportamento ou um acto que é caritativo, solidário ou afectuoso com outras pessoas. Por isso, engloba diversas atitudes, como a simpatia, a generosidade, a compaixão e o altruísmo.

A simpatia (do latim simpathĭa, “comunidade de sentimentos”) é uma inclinação afectiva que demonstra uma pessoa. A palavra faz referência a um carácter e a um modo de ser específico que os demais acham agradável: “A Ariel tem uma simpatia inata que conquista as pessoas”. A simpatia faz parte da amabilidade: um sujeito simpático costuma ser amável (digno de ser amado).

A generosidade, por outro lado, relaciona-se com o hábito de dar, doar ou brindar/oferecer. Uma pessoa generosa não é egoísta, uma vez que o seu objectivo é ajudar o próximo para que este se sinta melhor. A generosidade é portanto uma questão de empatia, isto é, a capacidade de se identificar afectiva e emocionalmente com o estado de espírito do outro: “O João foi muito generoso connosco e sempre nos ajudou”. A amabilidade, por conseguinte, também inclui a generosidade.

Altruísmo, solidariedade e respeito são outros dos valores que fazem que uma pessoa seja considerada amável. Pelo contrário, um indivíduo egoísta, agressivo, violento ou indiferente está longe de ser amável.