Conceito.de

Conceito de generosidade

Escutar o artigo

Generosidade é um conceito que deriva do latim generosĭtas e refere-se à inclinação (tendência) para dar e partilhar acima de qualquer interesse ou utilidade. Trata-se de uma virtude e um valor positivo que se pode associar ao altruísmo, à caridade e à filantropia.

A pessoa generosa quer partilhar, repartir ou distribuir aquilo que tem com outros menos favorecidos. O seu comportamento tem por base reconhecer as necessidades do próximo e tratar de as satisfazer dentro das suas possibilidades. Por exemplo: uma pessoa que janta num restaurante tem a possibilidade de ser generosa e deixar uma gorjeta relevante ao empregado de mesa que a serviu. Se não o fizer, é possível que se trate de uma pessoa egoísta ou avarenta que não tem em conta a importância da gorjeta para o trabalhador e, por conseguinte, não lhe interessa o bem-estar do outro.

Contudo, algumas pessoas podem mostrar uma falsa generosidade a fim de conquistarem outros objetivos, tais como no caso de alguns políticos ou figuras públicas como artistas que fazem ações sociais ou ajudam uma e outra pessoa com a finalidade de se promoverem.

A generosidade não está unicamente associada ao dinheiro ou aos bens materiais. Um individuo pode ser generoso com o tempo de que dispõe e dedicar-se a causas solidárias, sem pedir nada em troca. Cuidar de um doente, limpar uma praia, acompanhar pessoas idosas ou dar abrigo a um cão que tenha sido abandonado na rua são ações que também fazem parte da generosidade.

Generosidade, por tanto, é doar o que se tem para quem precisa, seja dinheiro, objetos, tempo, conhecimento, etc. Ensinar algo que você sabe de graça para que uma pessoa consiga trabalhar ou melhorar em alguma área da sua vida, por exemplo, é um ato de generosidade. Na sociedade atual, a generosidade é algo raro, tanto que quando se presencia um ato assim é comum se admirar, pois as pessoas pensam mais em si mesmas do que dos outros.

Pode-se dizer que a generosidade procura o bem-estar da sociedade. A pessoa generosa não pretende qualquer recompensa pelas suas ações, pois fá-lo por achar que é correto e justo. Na linha deste pensamento, se todos os seres humanos fossem generosos e doassem parte dos seus recursos materiais ou abstratos, o mundo seria um lugar melhor.

A generosidade verdadeira torna uma pessoa muito mais rica de espírito, fazendo com que ela realmente enxergue o que as outras pessoas precisam e atue em prol de atender a tais necessidades. E quanto mais pessoas se juntam com esse mesmo propósito, então é possível ajudar mais e mais indivíduos.

Não se pode ensinar uma pessoa a ser generosa, pois esse é um sentimento que deve nascer na própria pessoa, mas é possível orientar sobre atitudes que ajudem a desenvolver esse sentimento.

Isso é ainda mais importante na fase da infância, pois ajudará a fazer com que as crianças entendam sobre amor, empatia e compaixão. Alguns exemplos são: ensinar as crianças a compartilharem seus brinquedos, bem como a fazer doações, também é ideal participar com a criança de projetos de ação social.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (8 de Março de 2013). Conceito de generosidade. Conceito.de. https://conceito.de/generosidade