Conceito.de

Conceito de solidariedade

A solidariedade é a adesão circunstancial à causa ou à empresa de outros. Por norma, este termo emprega-se para denominar uma ação generosa ou bem-intencionada. De qualquer forma, a sua raiz etimológica faz referência a um comportamento in-solidum, ou seja, que se unem os destinos de duas ou mais pessoas. Portanto, ser solidário não é só prestar ajuda, uma vez que também implica um compromisso com aquele a quem se se oferece a sua solidariedade.

O sentido mais básico da solidariedade supõe que seja exercida sem discriminação de sexo, raça, nacionalidade, religião ou afiliação política. A única finalidade da solidariedade pode ser o ser humano necessitado. De qualquer forma, o uso do termo ficou desprestigiado diante o abuso do discurso político e do chamado marketing solidário.

A verdadeira solidariedade consiste em ajudar alguém sem receber nada em troca e sem que ninguém saiba. Ser solidário é, na sua essência, ser desinteressado (no sentido em que não se tem segundas intenções). A solidariedade só se move pela convicção de justiça e igualdade.

Boa parte das religiões como a cristã e a budista, por exemplo, pregam sobre a solidariedade e sua importância, estimulando as pessoas a olharem quem está próximo de si e a estenderem a mão para ajudar.

Na bíblia sagrada, por exemplo, existem muitos versículos que falam para os cristãos da importância que é ajudar os mais necessitados, com trechos onde é dito para que se ajude ao próximo livremente. Mas não somente se tratando de ajuda financeira, mas também na questão de alimento e em ajudar o próximo emprestando, ajudando a carregar seu fardo (no sentido literal e figurativo), entre outros.

E é dito que se uma pessoa ver que há alguém precisando de ajuda e ele dá as costas para essa pessoa ou qualquer outro ser (como um animal, por exemplo), do mesmo modo essa pessoa pode um dia se encontrar numa situação similar e não encontrar ajudar.

Não se pode obrigar uma pessoa a ser solidária, mas é possível que se estimule a adoção de algumas condutas que façam com que uma pessoa passe a querer ser solidária, por si mesma, que ela tenha esse desejo em si.

Algo que contribuem para que uma pessoa desenvolva sua solidariedade é participar das causas sociais. As causas sociais são uma oportunidades para todos participarem, seja com roupas que não usam mais, brinquedos, doação de alimentos, doação de sangue, etc.

Também, quando uma pessoa socializa com pessoas de diferentes raças, etnias, com diferentes níveis de conhecimentos, etc., então ela passa a compreender melhor as demais e consegue desenvolver a solidariedade.

Por outro lado, cabe mencionar dois outros significados do conceito de solidariedade:

– Solidarność (“Solidariedade” em polaco) é uma federação sindical autónoma e independente, que nasceu das lutas dos operários e camponeses, dirigidas por Lech Walesa. Foi fundada em Setembro de 1980 e é considerada o maior sindicato da história.

– Solidaridad (“Solidariedade” em castelhano) é o nome de um município do estado mexicano de Quintana Roo, formado no dia 28 de Julho de 1993 durante o governo de Mario Villanueva Madrid. A sede da sua circunscrição administrativa é a cidade de Playa del Carmen.