Conceito.de

Conceito de amoral

A palavra amoral é um adjectivo que se pode usar em relação a uma pessoa ou a uma obra humana. Quando o termo se refere a um indivíduo, este está a ser qualificado como desprovido de sentido moral. Por outro lado, se for aplicado a uma obra (geralmente artística), diz-se que o seu propósito prescinde de um fim moral.

Uma pessoa amoral é, por outras palavras, aquela que pensa ou que age de forma diferente àquilo que o grupo social considera como adequada ou correcta. Um comportamento amoral não é moralmente censurável nem desejável, uma vez que é tido em conta com base em parâmetros externos à moral.

Por conseguinte, convém não confundir “amoral” com “imoral”. Uma acção imoral é directamente oposta à moral e aos bons hábitos, isto é, trata-se de um comportamento errado e incorrecto. Uma pessoa amoral, por sua vez, não tem noção de moral, pelo que não é capaz de julgar quaisquer actos como sendo bons, maus, correctos ou incorrectos.

A amoralidade tende a ser defendida pelo taoísmo, que considera que a moral corrompe o ser humano, tendo em conta que o obriga a fazer coisas boas quando, na verdade, não está preparado para tal, e que o proíbe de fazer coisas erradas mesmo sabendo-se que deveria experimentar fazê-lo para compreender as repercussões dos seus actos.

Por isso, para os taoistas, a moral atenta contra a natureza do ser humano e resulta da desconfiança e do medo ao próximo. Segundo esta concepção filosófica, a humanidade não deveria sujeitar-se a leis que rijam o seu comportamento.

Por fim, é de salientar os Amoral, uma banda de death metal que foi criada em Helsinque (Finlândia) no ano de 1997.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Março de 2012). Conceito de amoral. Conceito.de. https://conceito.de/amoral