Conceito.de

Conceito de anamnese

Escutar o artigo

Anamnese é o ato de fazer o paciente recordar o que sente e relatar isso para o médico. Tal termo, que surge em medicina, provém do grego anámnesis, que possui o significado de “ato de trazer algo à memória” ou simplesmente “lembrança”.

anamnese
Anamnese é um método para fazer o paciente recordar sobre o que sente e passar essas informações ao médico

Tal método é fundamental para o diagnostico adequado do paciente, sendo uma das funções do profissional de saúde quando ocorre a atendimento do paciente.

A anamnese trata-se do histórico de todos os sintomas relatados pelo paciente sobre um caso clínico. Mas ela também pode ser considerada como uma lembrança incompleta ou remanescente.

Ficha de Anamnese, Anamnese Corporal ou Anamnese Corporal Completa são outros termos médicos que são utilizados para denominar esse método aplicado para o diagnóstico inicial.

Como ela ocorre

No exame físico, o médico trata de fazer a reunião e análise de aspectos fisiológicos do paciente, enquanto que na anamnese ocorre algo como uma entrevista, que é feita pelo médico ao paciente, estando esse último submetido a uma série de perguntas que serão essenciais para que o profissional consiga realizar um diagnóstico adequado.

Nos exames clínicos, esse método de diagnóstico inicial é fundamental, pois se alia com o exame físico e ajuda a identificar doenças, além de ser importante também para definir as causas dessa doença e indicar o melhor tratamento.

Mas anamnese não deve ser apenas aplicada nesse contexto, ela é ainda essencial em outras áreas que tenham relação com a saúde, tais como: na psiquiatria, em farmacêuticos, na odontologia também (quando não se necessita de receita para um determinado medicamento), entre outros.

Elementos importantes desse método

Para uma correta aplicação desse método, é necessário que o paciente sinta-se aberto para fazer a sua queixa, em outras palavras, para que ele possa contar o motivo que o fez buscar ajuda médica.

Outro elemento importante é o questionamento sobre o surgimento dessa queixa, por exemplo: em que local ele começou a sentir os primeiros sintomas, em que dia, entre outras questões importantes para o diagnóstico. Tudo isso ajudará a elaborar um histórico sobre a doença, ajudando o profissional a entender sobre o que acontece.

Mais uma coisa importante é o profissional buscar saber se o paciente já teve alguma doença anterior a essa e se essa doença tenha algum tipo de relação com a atual. Posto isso, uma etapa fundamental é a análise do prontuário do paciente.

Também é importante que o profissional pesquise se alguém da família desse paciente já havia manifestado sintomas que condizem com o problema que o paciente tenha ou se esse familiar já foi diagnosticado com uma doença contagiosa ou de caráter genético.

Técnicas de Anamnese

conceito de anamnese
Cada profissional possui seu modo de realizar a anamnese

Não existe uma maneira singular de se aplicar a anamnese, pois cada profissional possui o seu modo de o fazer. No entanto, há metodologias que podem contribuir para o facilitar da aplicação desse método, com duas técnicas que podem ser usadas para auxiliar nisso: técnica do interrogatório cruzado e técnica de escuta.

Na técnica do interrogatório cruzado o que acontece é que o examinador (o profissional médico) conduzirá as perguntas para o paciente no momento da consulta.  Enquanto isso, na técnica de escuta, quando é a hora do paciente falar, então o profissional criará um espaço que seja confortável para que ele consiga relatar suas queixas e angústias usando as suas próprias palavras.

Ambas as técnicas se constituem em complementos numa consulta inicial, ajudando a se chegar num diagnóstico preciso, ainda mais quando se trata de psiquiatria, a qual apresenta certos desafios clínicos.

No caso do Brasil, a fim de se realizar uma anamnese de forma adequada, é necessário que o profissional siga as normas previstas na resolução 2056/2013 do Conselho Federal de Medicina (CFM). Posto isso, estão as seguintes instruções entre os requisitos obrigatórios para o uso desse método: Identificação, Queixa Principal (QP), História da Moléstia Atual (HMA), Revisão de Sistemas, História Patológica Pregressa, História Familiar e História Social/ Hábitos de vida.

Anamnese x amnésia

É comum que algumas pessoas confundam a anamnese com a amnésia, mas apesar de ambas terem relação com a memória, enquanto a anamnese trata de ajudar o paciente a se lembrar de suas queixas médicas, a amnésia se trata da uma condição onde há a perda total ou parcial da memória, podendo estar ou não relacionada com alguma doença neurológica ou sendo o resultado de algum trauma físico (como uma pancada na cabeça).

Interpretação verbal e interpretação não verbal

Nem sempre o paciente consegue expressar tudo o que está sentindo, passando ele a omitir alguns sintomas, seja isso de propósito ou não. Desse modo, é crucial que o profissional enxergue além do que o paciente verbaliza.

Aspecto como a postura corporal desse indivíduo, se ele transpira, se apresenta tremores, repetições de movimentos, não faz contato visual, se apresenta ferimentos, se possui dificuldade em falar, entre outras coisas, elas são importantes de serem observadas e podem ajudar a revelar algum sintoma ou informação importante que o paciente não tenha passado.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Março de 2022). Conceito de anamnese. Conceito.de. https://conceito.de/anamnese