Conceito.de

Conceito de caçador de sonhos

O termo caçador de sonhos não faz parte do Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa desenvolvido pela Michaelis. Seu uso, no entanto, é habitual para se referir a um objeto ao qual são atribuídos poderes mágicos ou místicos.

Um caçador de sonhos é uma espécie de aro com uma rede e elementos ornamentais que se pendura em uma cama, uma janela, uma porta ou uma parede. Diz-se que esse elemento age como um filtro dos sonhos das pessoas: sonhos positivos “atravessam” a rede, enquanto os pesadelos ficam presos e, no dia seguinte, evaporam-se pela luz.

Os caçadores de sonhos foram inventados pelo povo “ojibwa”, uma cultura aborígine da América do Norte. A partir da década de 1960, sua popularidade se espalhou para outras culturas aborígenes da região e seus descendentes. Por um tempo, os caçadores de sonhos foram considerados como um símbolo das tradições aborígenes, mas depois se disseminaram e se transformaram em um produto comercial.

Hoje, os caçadores de sonhos são vendidos como objetos decorativos em todo o mundo. Muitas pessoas, dessa maneira, têm caçadores de sonhos e nem mesmo conhecem o poder que seus criadores atribuíram a essa peça que frequentemente tem penas penduradas no aro.

O caçador de sonhos também é conhecido como filtro dos sonhos, apanhadores de sonhos, cata-sonhos ou ainda espanta-pesadelos.