Conceito.de

Conceito de catarse

Catarse é um conceito que deriva da língua grega. O seu sentido original dizia respeito ao procedimento para purificar ou sanear aqueles indivíduos ou objectos que tinham algum tipo de impureza.

Hoje em dia, catarse usa-se para designar a mudança/alteração que experimenta alguém depois de viver um acontecimento traumático ou que lhe provoca uma exaltação bastante grande. Exemplos: “Quando vi o carro incendiado, fiz catarse e chorei durante três dias”, “A Joana está a viver um momento muito complicado, mas não consegue expressar o que sente: oxalá possa fazer catarse e tirar a angústia de dentro do seu peito”, “Depois da brigada, senti uma catarse e relaxei”.

A catarse também é a consequência que produz algo trágico não observador que experimenta diversas emoções, como terror ou misericórdia. De acordo com Aristóteles, este tipo de experiências fazem que os observadores de uma tragédia acabem por purificar o seu interior e libertando-se destas paixões.

A tragedia como género, neste sentido, produz uma catarse e consegue sanear o espectador, já que este projecta as emoções nos personagens que aparecem em cena. Esses personagens são castigados na obra e o observador pode sentir empatia sem experimentar as consequências desses mesmos castigos.

A psicanálise tem uma definição similar da ideia de catarse, ao considerar que a possibilidade de comunicar uma emoção reprimida através da terapia serve para que o individuo faça catarse e se liberte do trauma.
No âmbito da biologia, por último, a catarse consiste em expulsar de forma intencional ou espontânea certas substâncias que são prejudiciais para o organismo.