Conceito.de

Conceito de central nuclear

Central diz-se daquilo que é pertencente ou relativo ao centro. Este termo admite vários significados: pode referir-se ao espaço onde convergem acções coordenadas; ao ponto interior equidistante dos limites de uma superfície; à região que concentra as ruas mais concorridas de uma população; ao instituto que realiza investigações; ao básico ou essencial de algo; e às instalações onde se produz energia eléctrica.

Nuclear, por outro lado, é o que pertence ou que é relativo ao núcleo ou à energia nuclear (produzida pelas reacções atómicas de fusão ou fissão). Se expandirmos o conceito de energia nuclear, podemos dizer que se trata da energia libertada, espontânea ou artificialmente, durante as reacções nucleares.

Uma central nuclear, por conseguinte, é a instalação industrial que permite gerar/produzir energia eléctrica a partir da energia nuclear. O seu funcionamento produz-se a partir de material fissionável/físsil que, através de reacções nucleares, actua como combustível e proporciona calor para o movimento dos alternadores que convertem o trabalho mecânico em energia eléctrica.

O reactor nuclear dispõe de um contentor com material isolador da radioactividade, que está cheio de material físsil. O processo energético implica gerar uma reacção sustentada (prolongada, continuada) e controlada a partir de elementos auxiliares denominados moderadores, que absorvem o excesso de neutrões libertados. Em volta do núcleo do reactor nuclear encontra-se um reflector que devolve ao núcleo parte dos neutrões libertados durante a reacção.

Uma blindagem especial em volta do reactor e um circuito de refrigeração completam as instalações principais de uma central nuclear.