Conceito.de

Conceito de círio

A palavra latina “cereus”, que se refere ao que é fabricado com cera, chegou à nossa língua como círio. Chama-se círio à vela feita de cera que se caracteriza por sua espessura e comprimento.

Os círios são usados em várias cerimônias religiosas. Esse tipo de uso está ligado ao início do cristianismo. Perante a perseguição que sofriam, os cristãos costumavam se reunir em locais subterrâneos e à noite. Para facilitar a visão, eles acendiam velas.

Com o passar do tempo, os círios começaram a ser usados nas igrejas desta religião. De qualquer forma, outros povos e culturas também usam círios há milhares de anos, uma vez que a luz está associada à felicidade e a várias questões místicas ou espirituais.

Conhece-se como círio pascal o círio que é benzido durante a vigília da Páscoa e é aceso em ocasiões solenes, como funerais, batismos ou domingo de Páscoa. A luz, de fato, representa a ressurreição de Jesus Cristo. Eles são compostos por vários símbolos, entre os quais: cruz central, a letra grega alfa, a letra grega ômega, o ano em que está a ser usada, o (Chi) Χ e o (Rho) ρ (letras gregas) que são o anagrama de Cristo (Χριστός) e cinco grãos de incenso.