Conceito.de

Conceito de cognitivismo

O cognitivismo é uma corrente da psicologia que se especializa no estudo da cognição (os processos da mente relacionados com o conhecimento). A psicologia cognitiva, por conseguinte, estuda os mecanismos que levam à elaboração do conhecimento.

O termo cognição deriva do latim “cognitione” que significa “aquisição de conhecimento através da percepção”. No entanto, o cognitivismo vai além disso, ele também se traduz num processo onde o que é captado é convertido para o ser interior. Por meio disso, o ser humano consegue interagir com seus semelhantes e com o meio no qual está inserido, sem contudo afetar a sua personalidade, a sua identidade. Ou seja, se inicia com a captação e logo depois vem-se a percepção.

O ato de conhecimento implica várias ações complexas, como armazenar, reconhecer, compreender, organizar e utilizar a informação que se recebe através dos sentidos. O cognitivismo procura perceber de que forma é que as pessoas entendem/percepcionam a realidade em que vivem a partir da transformação da informação sensorial.

Para o cognitivismo, o conhecimento é funcional, uma vez que um sujeito, ao encontrar-se diante de uma acontecimento por já a ter processado na sua mente (isto é, que já conhece), pode saber com maior ou menor exatidão o que lhe pode acontecer.

Os conhecimentos ajudam a que as pessoas possam desenvolver planos e fixar metas, minimizando assim as probabilidades de experienciarem consequências negativas. A conduta dos seres humanos ajusta-se ao cognitivo e às expectativas do conhecido.

O cognitivismo aparece como uma evolução da psicologia comportamentalista, uma vez que procura explicar a conduta a partir dos processos mentais. Os comportamentalistas, por sua vez, baseavam-se na associação entre os estímulos e as respostas.

O cognitivismo surgiu em oposição aos métodos do behaviorismo e também aos métodos psicanalíticos utilizados. E, ao contrário do que muitos possa pensar, o cognitivismo provem de disciplinas extrínsecas à psicologia, dentre as quais temos: a Engenharia, a Linguística, a Filosofia da Ciência, a Matemática e também a Neuropsicologia, as quais se emprestam ao cognitivismo a fim de estudar a consciência e a mente.

O cognitivismo faz uso de métodos científicos, métodos positivistas e métodos quantitativos e que façam a descrição das funções da mente como uma espécie de processamento das informações, tudo isso a fim de compreender a mente.

Os psicólogos cognitivos, por conseguinte, sublinham que, dependendo da forma como a pessoa processa a informação e entende o mundo que a rodeia, é capaz de desenvolver um determinado tipo de conduta/comportamento. Os seres humanos contrastam as novas informações com a sua estrutura cognitiva e, a partir daí, moldam as suas ações.

Há também no cognitivismo o uso de elementos pertencentes a cibernética, a teoria dos sistemas, a teoria da informação, entre outros. E todas essas áreas, assim como também e os avançados na tecnologia, além de apresentarem oposição aos métodos do behaviorismo, contribuíram para o surgimento do cognitivismo e sua metodologia no processamento das informações. Ainda, psicólogos que começam a utilizar o cognitivismo, na grande maioria das vezes, analisam como as pessoas atuam diante de determinadas situações, como elas solucionam problemas e, a partir daí, eles desenvolvem modelos para distintas situações, os quais podem ser, por exemplo, programas de computador, entre ouros.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

estrume

O primeiro significado de estrume mencionado pela Michaelis em seu Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa alude aos...

Conceito de

estiva

No âmbito da marinha, estiva é o processo que consiste em depositar, da forma mais conveniente, uma carga em uma embarcação....

Conceito de

estaca

Uma estaca é um pau com uma extremidade afiada. Graças a esta particularidade, é um elemento com diferentes utilizações, uma...

Conceito de

esquimó

Esquimó é o nome dado a um povo cujos membros residem na região ártica da América do Norte, Ásia e Groenlândia. De acordo...

Conceito de

arrepiante

O adjetivo arrepiante é usado para qualificar o que arrepia: ou seja, estremece, horroriza ou provoca espanto. O arrepiante gera...

Conceito de

estabelecer

O vocábulo latino “stabiliscĕre”, frequentativo de “stabilīre” que significa tornar estável. Este...

Conceito de

esqueleto

O termo grego “skeletós”, que pode traduzir-se como corpo ressequido, esqueleto chegou ao francês como...

Conceito de

esporádico

O vocábulo grego “sporadikós” que pode ser traduzido como disperso, chegou ao nosso idioma como esporádico....

ARQUIVOS