Conceito.de

Conceito de colisão

A palavra latina “collisiōne” chegou à nossa língua como colisão. O termo refere-se ao que acontece quando dois corpos colidem entre si.

Uma colisão implica, portanto, um impacto a partir do encontro violento entre dois ou mais elementos. O choque ocorre quando esses elementos têm um contato direto que produz uma transmissão de energia.

Suponhamos que um carro esteja se movendo a uma velocidade de 120 quilômetros por hora em uma estrada. Outro veículo também segue na mesma direção, mas a 80 quilômetros por hora. Em um determinado momento, o carro em movimento mais rápido encontra o outro veículo e deve fazer um desvio ou reduzir sua velocidade: caso contrário, haverá uma colisão. O acidente ocorrerá entre a frente do carro que está se movendo mais rápido e a traseira do carro mais lento.

As colisões de automóveis, bem como as que envolvem outros meios de transporte (como trens, aviões, barcos, etc.), podem causar ferimentos e até a morte de pessoas que viajam nos veículos. Por outro lado, se dois transeuntes colidirem, é improvável que os indivíduos sofram ferimentos graves.

Também se chama colisão ao conflito que se desenvolve entre interesses ou ideias opostas. Por exemplo: “No seio do governo, não tardou a surgir uma colisão entre as propostas liberais de alguns ministros e o pensamento conservador de outros”, “A ideia do treinador de contratar três reforços entrou em colisão com a vontade do presidente do clube de usar os jogadores mais jovens da equipe”.