Conceito.de

Conceito de bigamia

Chama-se bigamia à situação, posição ou status de um indivíduo que é bígamo: isto é, mantém um vínculo sentimental com duas pessoas simultaneamente. Em geral, o conceito refere-se a alguém que, já casado, contrai outro casamento.

A etimologia de matrimônio nos leva à língua latina: “bigamus”, uma palavra que se refere a quem se casa novamente. A origem mais distante, no entanto, é encontrada em uma noção grega que menciona um “casamento duplo”.

Para o cristianismo, a única modalidade possível de casamento é a monogamia: o regime que não tolera a existência de uma pluralidade de cônjuges. A bigamia, portanto, não é aceita pelos cristãos.

A partir dessa crença, em países com tradição cristã, a bigamia constitui um crime. É uma conduta que é proibida por lei e que é suscetível de uma condenação legal. Em nações com outras influências religiosas e culturais, por outro lado, a bigamia é autorizada.

Legislação na Europa e na América, portanto, só reconhece como um casamento válido e legal aqueles que respeitam a monogamia. No continente africano e no Oriente Médio, a maioria dos países permite a bigamia ou a poligamia.

Além do contrato de casamento, em linguagem coloquial, a ideia de bigamia é frequentemente usada para nomear a condição de alguém que tem dois parceiros sentimentais. Suponha que um homem chamado Eduardo saia de segunda a sexta com Maria, enquanto nos fins de semana se encontra com Luciana. As duas mulheres não sabem da existência do outro casal, já que Eduardo esconde a situação. Pode-se dizer, diante dessa realidade, Eduardo está em situação de bigamia.