Conceito.de

Conceito de contabilidade bancária

Escutar o artigo

A contabilidade é a ciência e técnica que se encarrega de dar informação útil para a tomada de decisões econômicas. O seu objectivo consiste em estudar o patrimônio e refletir os resultados em estados financeiros, que supõem o resumo de uma situação econômica.

Bancário, por sua vez, é um adjectivo que se refere àquilo que pertence ou que é relativo à banca mercantil. Convém recordar que um banco é, neste sentido, uma entidade financeira dedicada à administração de dinheiro, que presta serviços como empréstimos de dinheiro e depósito de valores.

A contabilidade bancária, posto isto, é uma noção que está relacionada com um ramo contabilístico consagrado à análise dos elementos financeiros que circulam internamente numa entidade bancaria.
Graças a esta disciplina, é registada a informação referente ao dinheiro que circula no banco, pelo que a contabilidade bancária dá conhecimentos aos gerentes para que estes possam tomar as melhores decisões para a entidade.

A contabilidade bancária trata-se de um dos tipos existentes de contabilidade. Temos, dentro da contabilidade, outros ramos como a contabilidade fiscal, a contabilidade financeira, a governamental, a rural, a contabilidade imobiliária, a contabilidade social, a contabilidade bancária e muitas outras.

Com esses outros tipos, tem-se também profissionais que se especializam nelas, fazendo com que o mercado contábil se torne bastante amplo.

Os produtos e os serviços oferecidos pelo banco dependem, em grande parte, dos estados reflectidos pela contabilidade bancária. Ao conhecer com precisão qual é o fluxo de capital interno na entidade, os responsáveis em tomar decisões podem determinar que tipo de produtos e serviços lançar para os clientes.

Os custos, a rentabilidade e os riscos figuram entre as variáveis mais importantes que analisa a contabilidade financeira. O objectivo é zelar pelo patrimônio da entidade para que o desenvolvimento das atividades não ameace a estabilidade da organização e permita obter lucros.

A contabilidade das instituições financeiras no Brasil segue o plano de contas COSIF, o qual é obrigatório para elas que são autorizadas pelo Banco Central do Brasil a funcionarem. E a contabilidade bancária brasileira engloba a estrutura do Sistema Financeiro Nacional e demais elementos da contabilidade que podem ser aplicados a esse tipo específico de contabilidade, tudo de acordo com o COSIF (Plano Contábil das Instituições Financeiras).

O Plano Contábil das Instituições Financeiras foi criado em 27 de dezembro de 1987 e nele estão discriminados os processos e critérios que devem ser observados pelas instituições financeiras.

Com ele houve a uniformização dos procedimentos de elaborações e registros de demonstrações financeiras. O objetivo desses sistema é tornar mais simples ações como análises, avaliações e acompanhamentos nas instituições financeiras no Brasil que façam parte do Sistema Financeiro Nacional.

As instituições financeiras são importantes agentes de circulação de riqueza num país, sendo, por tanto, cruciais para a economia. Desse modo, isso faz com que a contabilidade nas instituições financeiras torne-se ainda mais essencial.

Ainda que a contabilidade bancária seja uma área tão essencial, são poucos os materiais existentes que tenham foco exclusivo nela.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (10 de Setembro de 2014). Conceito de contabilidade bancária. Conceito.de. https://conceito.de/contabilidade-bancaria