Conceito.de

Conceito de contabilidade geral

Escutar o artigo

A contabilidade é uma ciência e técnica que fornece informação útil para o processo de tomada de decisões econômicas. Esta disciplina estuda o patrimônio e apresenta os resultados através de documentos contabilísticos ou financeiros.

A contabilidade geral implica a análise a partir de diferentes sectores de todas as variáveis que incidem neste campo. Para o efeito, é necessário levar a cabo um registo sistemático e cronológico das operações financeiras.

A contabilidade geral de uma empresa, por conseguinte, implica o controlo de todas as suas operações diárias: compras, vendas, gastos, investimentos, etc. O contabilista (ou TOC) deve registar, analisar, classificar e resumir estas operações para as colocar num estado ou balanço com informação verdadeira.

Toda empresa precisa integrar um sistema de contabilidade geral a fim de não apenas garantir um melhor controle financeiro do que entre e do que sai, mas também para que se consiga fazer melhores decisões quanto a investimentos, corte de custos, entre outros.

Para que se tenha um exemplo do quão ela é essencial, através da incorporação de um sistema de contabilidade numa empresa ou organização pode-se saber a atual situação financeira dela, a evolução que ela teve e também consegue-se fazer estimativas para o futuro.

Cabe ainda dizer que a contabilidade possui relação não apenas com uma empresa e suas operações, mas também com outras empresas, organizações ou órgãos que mantenham uma relação com essa empresa, por exemplo: o Estado, os fornecedores, funcionários, credores, entre outros.

Em suma, contando com uma boa contabilidade geral a empresa consegue investir com sabedoria (tendo melhores lucros no curto, médio e longo prazo), mas também consegue evitar entrar em dívidas desnecessárias e que poderiam gerar prejuízos para ela.

A contabilidade foca nos bens (no caso de uma empresa: edifícios, terreno, veículos, máquinas, marcas e patentes, etc), mas também mantém o foco nos direitos e nas obrigações que uma empresa possui. Desse modo, a empresa que conta com um profissional especializado em contabilidade geral conseguirá, por exemplo, realizar negociações mais eficientes com seus credores e com seus fornecedores.

Existem distintas fases especializadas que fazem parte da contabilidade geral. A contabilidade de custos dedica-se à classificação e recompilação da informação dos custos correntes e em perspectiva.

A contabilidade fiscal, por sua vez, está fundamentada na legislação tributária de cada país. O contabilista deve encarregar-se de elaborar os relatórios pertinentes para a apresentação de declarações à Administração Pública e para o pagamento dos impostos.

A contabilidade financeira é outra fase da contabilidade financeira, centrada na informação quantitativa das transações e de outros eventos econômicos que são susceptíveis de quantificação.

A contabilidade administrativa, por último, relaciona-se com a elaboração de relatórios internos. A informação é analisada pelos próprios responsáveis da organização, os quais tomarão decisões de gestão com base nos dados fornecidos. As políticas de uma empresa costumam basear-se nestes relatórios da contabilidade administrativa.

No Brasil, a pessoa que se forma em contabilidade realizou o curso de ciências contábeis, independente da área em que ela irá atuar, seja contabilidade de custos, fiscal, entre outras.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (25 de Março de 2013). Conceito de contabilidade geral. Conceito.de. https://conceito.de/contabilidade-geral