Conceito.de

Conceito de crise económica

Escutar o artigo

A economia (termo com origem na língua grega e que significa “administração de um lar”) é a ciência que estuda os processos de produção, intercâmbio e consumo de bens e serviços. Uma crise, no que lhe diz respeito, é uma mudança brusca ou uma situação de escassez (desemprego, por exemplo).

Posto isto, uma crise económica (“crise econômica” no Brasil) faz referência a um período de escassez a nível da produção, da comercialização e do consumo de produtos e serviços. A economia é cíclica, ou seja, combina etapas de expansão com fases de contração. Estas flutuações sucessivas são conhecidas sob o nome de ciclo económico.

Estes princípios permitem afirmar que toda descida culmina numa subida e vice-versa. As quatro grandes fases de um ciclo económico são o boom (onde aumenta a atividade económica até ao seu auge), a depressão (caem os indicadores), a recessão (quando a depressão se estende por mais de dois trimestres consecutivos) e a recuperação ou estagnação (os índices voltam a subir e começa e o boom do ciclo seguinte inicia).

A crise econômica decorre em algum momento da depressão. Pode tratar-se de uma crise generalizada com quebra de todos os índices, ou de crises que afetam em especial certos sectores (crise da oferta, crise da procura). Por outro lado, fala-se de crise de subsistência sempre que um grupo social não possa satisfazer as suas necessidades básicas.

Outro tipo de crise que se conhece sob o nome de bolha financeira ou bolha especulativa, que ocorre quando as ações são negociadas a um preço muito superior ao do seu valor intrínseco até deixarem mesmo de ser compradas, e caem a pique.

Quando acontece uma epidemia ou mesmo uma pandemia, isso afeta a economia de um país ou de vários países (ou até mesmo a nível mundial).

Digamos que um país teve um surto de uma doença altamente contagiosa, então as pessoas de outros países não mais viajariam para lá, a fim protegerem sua saúde e de não levarem a doença para seus países e isso afetaria a economia, causando uma crise econômica naquele país.

Com uma epidemia ou pandemia, um país veria uma diminuição no seu PIB (Produto Interno Bruto), onde a economia produziria menos riquezas. Podemos dizer, por exemplo, que há uma crise econômica se num período do ano um país produzisse 40% a menos do que produziu no mesmo período do ano anterior, tendo aqui uma redução no seu PIB.

A economia é vista como um ecossistema, por tanto, qualquer alteração afeta a muitos. Um exemplo seria no caso de haver uma queda nos gastos das pessoas ou do governo, isso faria com que existisse também uma redução nos lucros das empresas e, por sua vez, as empresas teriam que demitir funcionários, o que reduziria a renda das pessoas e aumentaria a escassez. E isso alimenta então o ciclo dessa crise.

Uma crise econômica afeta as pessoas de diferentes níveis econômicos, no entanto os mais pobres são afetados em maior escala, pois há famílias que até mesmo precisam se privar de elementos básicos para sua higiene, uma vez que, havendo uma crise econômica, essas pessoas precisam priorizar a alimentação.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (25 de Maio de 2011). Conceito de crise económica. Conceito.de. https://conceito.de/crise-economica