Conceito.de

Conceito de economia de mercado

Escutar o artigo

A ciência social que estuda os processos de produção, intercâmbio e consumo de produtos e serviços é conhecida pelo nome de economia. O termo tem a sua origem no idioma grego e significa “administração de uma casa”.

economia de mercado
A economia de mercado sofre a intervenção do Estado

O mercado, por outro lado, é o ambiente que permite o desenvolvimento da troca (intercâmbio) de bens e serviços. Trata-se de uma instituição social através da qual os vendedores e os compradores iniciam uma relação comercial.

Estes dois conceitos permitem-nos fazer uma abordagem sobra a noção de economia de mercado, que faz referência à organização social destinada a facilitar a produção e o consumo dos bens e serviços proveniente da oferta e da procura. O Estado intervém na economia de mercado ao garantir o acesso a determinados bens e ao impor impostos e taxas de acordo com as necessidades sociais.

Embora a economia de mercado tende a ser considerada igual ao mercado livre, essa liberdade não é absoluta, tendo em conta que o Estado participa na regulação de preços básicos e através de outras decisões. O liberalismo defende, no entanto, que o Estado só se deve envolver no livre mercado para garantir a ausência de monopólios.

O conceito de economia de mercado, por outro lado, transcendeu o capitalismo para derivar em termos como economia de mercado socialista ou socialismo de mercado, que constitui uma combinação entre o capitalismo e o socialismo tendo o mercado como principal instituição económica. Fala-se de economia mista para fazer referência à participação pública (estatal) e privada na regulação económica.

Economia de mercado, liberalismo e neoliberalismo

conceito de economia de mercado
 Liberalismo econômico e neoliberalismo estão presentes na economia de mercado

Liberalismo econômico e neoliberalismo são termos importantes para a economia de mercado, que é o sistema econômico em que a oferta e a demanda de bens e serviços são determinados pelo preço.

O princípio básico da economia de mercado é que os indivíduos e as organizações tomarão decisões econômicas baseadas no que lhes é mais vantajoso.

O liberalismo econômico é um movimento intelectual que surgiu na Europa no século XVIII e que defende que as decisões econômicas devem ser tomadas de forma individual e não por governos. Ele apoia a liberdade econômica, incluindo a livre competição, a livre troca, a livre iniciativa e a livre circulação de bens. Desta forma, o liberalismo econômico é o precursor da economia de mercado moderna.

Já o neoliberalismo é uma versão mais moderna do liberalismo econômico. Ele inclui princípios como a redução de impostos e a diminuição do tamanho do governo para aumentar a eficiência econômica. Ele também defende a globalização, a desregulamentação e a livre concorrência como formas de aumentar o crescimento econômico.

As principais características da economia de mercado neoliberal são o estímulo ao investimento, a redução dos custos de produção, a desregulamentação e a diminuição da influência do governo.

Embora as três abordagens compartilhem muitos princípios, elas também têm diferenças significativas. Por exemplo: enquanto o liberalismo econômico defende a livre e igual circulação de bens e serviços, o neoliberalismo enfatiza a desregulamentação e a redução dos custos de produção.

A economia de mercado é um sistema complexo que combina os princípios do liberalismo econômico e do neoliberalismo. As características deste sistema fornecem aos indivíduos e às organizações a liberdade econômica necessária para tomar decisões que lhes são mais vantajosas. Também, o governo pode desempenhar um papel importante na regulamentação e na promoção do bem-estar social.

O setor terciário e a economia de mercado

A economia de mercado é totalmente focada no setor terciário, que abrange o comércio. Por esta razão, cada vez mais se torna comum a terceirização dos processos produtivos, desse modo as empresas não precisam assumir todas as responsabilidades.

Esta atividade corresponde à prestação de serviços por outra companhia qualificada, incluindo limpeza, segurança e até a fabricação de itens, ou seja, uma parte do processo produtivo ali é realizado por outra empresa (ou por outras empresas).

Mas existem controvérsias e muitas discussões a respeito da economia de mercado. Quem é de esquerda na política tende a comentar que a desigualdade social e a precarização do trabalho existem devido ao livre comércio.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (18 de Agosto de 2012). Atualizado em 31 de Janeiro de 2023. Conceito de economia de mercado. Conceito.de. https://conceito.de/economia-de-mercado