Conceito.de

Conceito de economia

A economia é uma ciência social que se dedica ao estudo dos processos de produção, intercâmbio (troca) e consumo de bens e serviços. O vocábulo deriva do grego e significa “administração de um lar ou família”.

Em 1932, o Britânico Lionel Robbins trouxe outra definição sobre a ciência económica, ao considerá-la como sendo o ramo que analisa a forma como os seres humanos satisfazem as suas necessidades ilimitadas com recursos escassos destinados a fins diferentes. Sempre que um homem decide utilizar um recurso para a produção de um determinado bem ou serviço, assume o custo de não o poder usar para a produção de outro qualquer, daí a designação custo de oportunidade. A função da economia consiste em proporcionar critérios racionais de modo a que os recursos sejam repartidos o mais eficientemente possível.

Em linhas gerais, podemos frisar duas correntes filosóficas relacionadas com a economia. Tratando-se de um estudo relativo a postulados podem ser verificados, designa-se economia positiva. Em contrapartida, se o estudo tiver em conta afirmações que se baseiam em juízos de valor não podendo ser comprovados, trata-se então da economia normativa.

Para o Alemão Karl Marx, a economia é a ciência que estuda as relações sociais de produção. Ao basear-se no materialismo histórico, Marx estuda o conceito do valor-trabalho, que defende que o valor tem a sua origem objectiva em função da quantidade de trabalho necessária para obter um bem.

Convém destacar que existem numerosas escolas (ou teorias) do pensamento económico, que apresentam diferentes perspectivas de análise. O mercantilismo, o monetarismo, o marxismo e o keynesianismo são algumas delas.

Economia costuma também ser usado como sinônimo de poupar, logo, quando fala-se “é uma verdadeira economia de recursos se optar por essa ferramenta” isso significa que o uso de tal ferramenta constitui-se em reduzir o uso de determinados recursos que se teria que fazer caso não optasse por aquela ferramenta. Por exemplo:

– Uma empresa pode ter uma economia de recursos se optar por um produto ou serviço terceirizado, conseguindo dobrar a produção ao ter seus funcionários focados em outras funções.

Desse modo, economia seria um controle, o uso moderado de determinada coisa que pode ser dinheiro ou outro elemento. A exemplo disso podemos mencionar a economia de água: se economizarmos água, então além da conta de consumo de água vir menor, isso ainda ajuda o planeta.

A economia não apenas lida com finanças, investimentos e tudo ligado diretamente ao dinheiro, mas ela lida com as escolhas que os seres humanos fazem diariamente. Devido a observar o comportamento humano, a ciência econômica é classificada como uma ciência social.

Os seres humanos têm desejos, mas os recursos disponíveis para satisfazer tais desejos não são infinitos, mas boa parte deles possui uma oferta que é limitada. E aqui entra a economia para solucionar isso.

É chamado de economista quem se forma em economia, exercendo esse a função de lidar com patrimônio de empresas, pessoas e também de instituições governamentais.

O economista tem o seu trabalho fundamentado na pesquisa sobre o modo como a sociedade produz, distribui e também consome bens materiais e os serviços.