Conceito.de

Conceito de crítica construtiva

O conceito de crítica pode referir-se ao juízo que é pronunciado sobre uma obra ou um assunto. Construtivo, por sua vez, é aquilo que é útil para construir.

Uma crítica construtiva, neste aspecto, é uma expressão que valoriza e que é partilhada com o objectivo de ajudar outra pessoa. A intenção é conseguir que o outro faça uma mudança positiva, obtendo proveito dessa alteração.

Por exemplo: “Importas-te que eu te faça uma crítica construtiva? Estás a usar a pintura errada, é melhor usar esmalte sintético para pintar este tipo de superfícies pois dura mais”, “O jogador manifestou que dá valor às críticas construtivas”, “Quando era jovem, não prestava atenção às críticas construtivas, mas com o tempo, apercebi-me de que estava errado”.

Cabe dizer que a crítica é poucas vezes bem recebida, sendo isso resultado da pouca tolerância da maioria das pessoas. Desse modo, é comum do ser humano não aceitar as críticas em boa parte das vezes, sejam elas destrutivas ou construtivas. E uma das razões para isso pode ser também o fato de muitas pessoas não saberem como criticar sem magoar a outra pessoa.

O ser humano tem uma tendência natural para expressar as suas opiniões e os seus pensamentos para influenciar os outros. Quando se faz uma crítica, é possível ter em conta os interesses e as necessidades do próximo ou, pelo contrário, querer impor o ponto de vista pessoal e derivar o parecer do outro. No primeiro caso, fala-se de crítica construtiva, ao passo que no segundo se tende a aludir a uma crítica destrutiva.

Um editor pode indicar a um escritor para não escrever parágrafos demasiado extensos, pois são difíceis de acompanhar.

Ainda lhe recomenda que crie orações breves para que os seus textos tenham maior impacto. Estes comentários podem ser considerados como una crítica construtiva. Porém, se um editor disser a um autor que deveria mudar de ofício porque o seu material é bastante pobre e que não interessa a ninguém, trata-se de uma crítica destrutiva.

Assim, as críticas construtivas encorajam uma pessoa ou mesmo organização (no caso de críticas feitas por clientes) a melhorar.

No caso das críticas construtivas destinadas a empresas, o objetivo de quem a faz é ver aquela empresa em estado melhor, essa pessoa gosta do produto ou serviço oferecido (ou ele é razoável), contudo ela acredita que algo possa ser melhorado.

As críticas estão bastante presentes no meio profissional, assim, mesmo quando um funcionário faz o máximo para que as coisas deem certo, há vezes em que não se pode escapar de receber uma crítica.

Uma das qualidades que precisam ser desenvolvidas no meio profissional é a de ouvir com atenção as críticas construtivas. Com isso, o profissional pode entender a opinião da pessoa, ver se ela tem razão e também extrair alguma coisa que possa ser usada a fim de contribuir com a empresa.

O que pode ser concluído aqui é que a crítica construtiva é dirigida para o bem de uma pessoa ou organização. Ainda, sobre a crítica construtiva, o décimo sexto presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, acreditava que apenas quem estava disposto a ajudar tinha o direito de criticar.