Conceito.de

Conceito de cuneiforme

Cuneiforme é algo que tem a forma de uma cunha. Uma cunha, por outro lado, é uma peça que termina em ângulo diedro muito agudo. O adjetivo cuneiforme costuma usar-se para evocar certos caracteres com esta forma usados por alguns povos asiáticos na antiguidade.

A escrita cuneiforme é considerada como uma das formas de escrita mais antigas. Umas tabuletas de argila com estes caracteres encontradas em Umm el-Qaab constituem os documentos escritos com maior antiguidade que se tenham encontrado: as provas indicam que foram criados entre 3.400 e 3.200 a.C.

Contudo, a ideia dessa escrita se deu apenas na pré-história. Por meio dessa escrita, que utilizava objetos com forma de cunha, era como se fazia as comunicação. E como essa escrita tinha muitos sinais, então tornava-se de difícil compreensão por alguns povos.

Até chegar ao que se tem hoje, a escrita cuneiforme passou por muitas etapas.

Foi necessário que os estudiosos adquirissem conhecimento em línguas como hebraico e hebreu para conseguirem decifrar os símbolos dessa escrita.

Os Sumérios são reconhecidos como os inventores da escritura cuneiforme, ao completarem uma evolução que se iniciou com pictogramas que representavam objetos e palavras. Os caracteres cuneiformes foram adoptados por outras línguas e inspiraram os alfabetos do antigo persa.

Essa escrita tornou-se importante para os casos onde se precisava realizar a administração de terras, já que com ela se conseguia fazer o controle de registros, ela ajudava também em cálculos, transações comerciais, entre outras coisas.

O termo cuneiforme possui origem no latim, proveniente de “cuneus” que é um vocábulo que significa “canto”, logo, essa é era uma escrita feita em cantos, em paredes, etc.

A escrita cuneiforme era praticada em tabuletas de argila húmida com um talo vegetal em forma de cunha. Com o tempo, passou-se a usar outros materiais para gravar os caracteres, como a pedra ou o metal.

Em algumas tabuletas, os especialistas conseguiram contabilizar 2.000 signos cuneiformes diferentes. Porém, essa quantidade não parece ser habitual, uma vez que os caracteres utilizados com frequências eram cerca de 600.
No âmbito da botânica, cuneiforme é a parte de algumas plantas com essa forma. Pode-se falar, neste sentido, de pétalas cuneiformes ou de folhas cuneiformes.

Logo no começo somente os sumérios tinham a capacidade de decifrar esses mais de 2000 sinais que se tinha nessa escrita, mas conforme os anos foram passando, então, essa escrita passou por alterações, sendo depois usada por distintos povos, pois sua compreensão foi se expandindo para outros locais, tornando-se mais simples.

E depois que a escrita foi simplificada, então os povos da Mesopotâmia passaram a fazer uso dela também, tornando a escrita cuneiforme a sua forma principal de comunicação. Nesse aspecto, ela passou a ser utilizada especialmente no comércio, mas era ainda utilizada para o registro dos pensamentos dos povos daquela época. Esses povos registraram muitos momentos importantes de sua época através desse tipo de escrita.

Na anatomia, os ossos cuneiformes são aqueles de forma prismática que se encontram no tarso dos mamíferos. O ser humano, por exemplo, apresenta três ossos cuneiformes na parte anterior da segunda fila do tarso.