Conceito.de

Conceito de cura

A palavra latina “cura” (cuidado) chegou ao português precisamente como cura. O conceito refere-se ao ato e ao resultado de curar: fazer com que uma pessoa ferida ou doente recupere sua saúde.

A cura, dessa maneira, é o processo de restauração da saúde. Para alcançar essa restauração do equilíbrio orgânico, o paciente deve ser submetido a um tratamento que possa ser desenvolvido de diferentes maneiras, de acordo com a doença ou condição em questão.

Uma intervenção cirúrgica, a provisão de medicamentos e a aplicação de algum elemento terapêutico (curativo, gesso, etc.) são algumas das ações que podem ser realizadas para alcançar a cura. Muitas vezes, é necessário o reparo e regeneração ou substituição de tecidos danificados.

Suponhamos que um jovem seja vítima de um assalto e sofra uma lesão no braço: o ladrão o corta com uma faca. A pessoa ferida vai para um hospital, onde uma enfermeira é responsável pelas primeiras curas, que consistem na limpeza da ferida e na sutura para favorecer a cura subsequente. Uma vez aplicados os pontos cirúrgicos, realiza um curativo. A cura continuará com o controle da ferida, alterando o curativo periodicamente e limpando a cicatriz para que não fique infectada.

É importante ter em mente que uma cura pode transcender o físico e se concentrar no aspecto psicológico. Um psicólogo ou psiquiatra, nesse contexto, pode levar um indivíduo a resolver uma psicose ou neurose, alcançando uma existência sem alterações patológicas.