Conceito.de

Conceito de diérese

A diérese é um sinal ortográfico que é composto por dois pontos que se escrevem horizontalmente sobre uma vocal. É hábito a diérese ser conhecida pelo nome de (acento) trema, que indica um determinado som devendo ser pronunciado com a letra afectada (isto é, que leva o tal acento trema).

O uso mais frequente da diérese na língua portuguesa (português do Brasil, neste caso) sobre a letra “u” nas sílabas “gue” e “gui”, naquelas palavras em que a letra “u” se tenha de pronunciar.
Exemplos: a palavra “lingüiça” leva diérese (trema) na letra “u” já que, caso contrário, seria pronunciada de forma incorrecta. Porém, termos como “guerra” ou “merengue” escrevem-se sem diérese, já que a letra u não se pronuncia.

O mesmo acontece com a sílaba “gui”. Podemos encontrar palavras como “lingüística”(português do Brasil, antes da Reforma Ortográfica) cuja letra “u” inclui os dois pontos horizontais para especificar a sua pronunciação, e outras como “aguarela” que não levam diérese. Pelo menos, não em Portugal.

Noutras línguas, a função da diérese é diferente. No francês e no grego, a diérese assinala que, quando há um par de vogais, a segunda deve pronunciar-se de forma separada, sem ditongo ou sem ser muda.

Também existem outras definições para o conceito de diérese. Pode usar-se na gramática para indicar a pronunciação em sílabas diferentes de 2 vogais que formam ditongo (“ruína/ruïna”, “víuda/vïuda”). A função da diérese, neste caso, consiste em desfazer o ditongo.

Na medicina, por outro lado, a diérese é o conjunto dos procedimentos cirúrgicos que permitem a divisão dos tecidos orgânicos.