Conceito.de

Conceito de dissímil

Dissímil é um adjetivo proveniente do vocábulo latino “dissimĭle”. O termo se refere ao que é diferente ou desigual. Por exemplo: “O crescimento econômico foi dissímil entre os vários setores”, “Temos visões dissimiles da realidade, mas isso não significa que não possamos debater”, “A qualidade dos programas era tão dissímil que é impossível tirar uma conclusão sobre o festival”.

Para que algo seja classificado como dissímil, deve-se fazer primeiro uma comparação. A partir dessa comparação, pode ver-se se os elementos são semelhantes ou dissimiles. Para que a ação faça sentido, questões ou objetos da mesma natureza devem ser comparados.

Voltando ao primeiro dos exemplos acima mencionados, pode-se dizer que o crescimento da economia é diferente por setor quando, na comparação dos números, surgem diferenças. Se o setor agrícola cresceu 28%, o setor industrial 12% e o setor de serviços 0,6%, foi um crescimento dissímil.

Os olhares dissimiles sobre algum assunto, por outro lado, referem-se a diferentes perspectivas ou pontos de vista. Suponhamos que, na preparação para uma importante partida de futebol, três jornalistas analisem as possíveis táticas que um dos times pode implementar. Para um dos jornalistas, a equipe deve usar cinco zagueiros e jogar no contra-ataque. Por outro lado, o ideal seria posicionar quatro zagueiros e tentar fazer o jogo no meio do campo. O terceiro considera que o melhor é sair e jogar com apenas três homens na defesa e atacar o tempo todo. Os três analistas têm, em suma visões dissimiles sobre o que é conveniente para a equipe em questão.