Conceito.de

Conceito de endemia

O vocábulo grego “endemía”, residência no próprio país, chegou ao francês como “endémie”. Daí a ideia de endemia, que é usada em nossa língua para se referir a uma doença habitual em determinada região.

A endemia, portanto, é um processo de tipo patológico que subsiste de maneira estacionária em uma determinada área por um período prolongado. Uma doença que se tornou uma endemia supõe que, no território em questão, existe um elevado número de indivíduos afetados ao longo dos anos, além das possíveis flutuações.

As doenças endêmicas geralmente são infecciosas. A febre amarela, por exemplo, é uma endemia em vários países de clima tropical: isso significa que há risco de contágio quando alguém permanece nessas nações. Por isso, antes de viajar para locais onde a febre amarela é uma endemia, costuma recomendar-se a vacinação contra essa doença, embora a indicação deva ser feita por um médico de acordo com as condições individuais de cada pessoa. Existem até países que exigem a vacina como requisito para permitir a entrada.

Dependendo do número de pessoas afetadas, a endemia pode se transformar em uma epidemia ou pandemia. A epidemia implica o contágio simultâneo, por um certo tempo, de um grande número de pessoas na mesma área. Se a epidemia se propaga para vários países ou atinge quase todos os indivíduos de um lugar, é chamada de pandemia.

É importante mencionar que as endemias constituem um problema de saúde pública. O Estado deve garantir medidas de prevenção e tratamentos para cuidar dos cidadãos.