Conceito.de

Conceito de epigenética

O adjetivo epigenético é usado no campo da biologia para descrever o que está ligado à epigênese. Este termo tem sua raiz etimológica em duas palavras gregas: “epi” (que pode ser traduzido como depois) e “gênesis” (início ou origem).

A epigênese é uma doutrina que sustenta que as características dos seres vivos não são pré-estabelecidas no ovo fertilizado, mas são adquiridas à medida que o desenvolvimento avança.

A ideia da epigenética, neste quadro, está ligada à análise dos fatores que interagem com os genes. Esses são fatores que são determinados pelo meio ambiente e não pela hereditariedade.

A epigenética, portanto, refere-se a vários processos e reações que, sem modificar a sequência do ácido desoxirribonucleico (DNA), alteram sua atividade. Essas marcas não se constituem como genes, embora afetem a genética.

É importante ressaltar que o conceito de epigenética é bastante recente e seu escopo ainda não foi definido. Em 1942, o biólogo escocês Conrad Hal Waddington cunhou o termo para aludir ao estudo da ligação estabelecida entre os genes e o meio ambiente.

Concluído o Projeto Genoma Humano em 2003, a ciência pôde comprovar que os organismos não são determinados pelo que está escrito nos genes: muitos são os fatores que afetam o funcionamento das células, o desenvolvimento, o aparecimento de doenças e o envelhecimento. A epigenética, nesse quadro, busca revelar quais os mecanismos que influenciam a tradução da linguagem contida no genoma.