Conceito.de

Conceito de investigação

Escutar o artigo

De acordo com as definições apresentadas pelo Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora acerca da palavra “investigar” (do latim investigare), este verbo refere-se à ação de seguir os vestígios de algo ou alguém. Também faz referência à realização de atividades intelectuais e experimentais de modo sistemático (pesquisar), com o objectivo de ampliar os conhecimentos sobre uma determinada matéria.

Nesse sentido, pode-se dizer que uma investigação é a procura de conhecimentos ou de soluções para certos problemas. Cabe destacar que uma investigação, mais concretamente na área científica, é todo um processo sistemático (são recolhidos dados a partir de um plano previamente estabelecido que, uma vez interpretados, modificarão ou acrescentarão conhecimentos aos já existentes), organizado (é necessário especificar os detalhes relacionados com o estudo) e objectivo (as suas conclusões não assentam em impressões subjectivas, mas sim em factos que tenham sido observados e avaliados).

As atividades que se realizam dentro de um processo investigativo incluem a medição de fenômenos, a comparação dos resultados obtidos e a interpretação dos mesmos em função dos conhecimentos atuais. Também podem ser feitos inquéritos em busca de um dado objectivo.

Existem dois grandes tipos de investigação: a investigação básica (igualmente chamada pura ou fundamental), que costuma ocorrer em laboratórios e permite a ampliação do conhecimento científico graças à criação ou modificação de teorias; e a investigação aplicada, que consiste na utilização dos conhecimentos na prática.

A investigação pode ainda ser classificada em investigação científica e criminal.

A investigação científica utiliza procedimentos lógicos com o intuito de desenvolver uma teoria, fazendo com que ela seja testada, aprovada e seja segura. Nisso, os responsáveis fazem uso de elementos como análise, hipóteses, observação, métodos de pesquisa e conclusão. Esse tipo de investigação tem o objetivo de explicar os acontecimentos e eventos que ocorrem no mundo usando a lógica, podendo também complementar uma teoria já existente.

Enquanto isso, a investigação criminal trata-se dos esforços voltados a descobrir mais detalhes e informações sobre um crime. Existem diferentes maneiras de um indivíduo ser levado a justiça por conta de um crime: ele mesmo se entregar, ele ser pego cometendo o crime ou, um dos mais comuns, ser iniciada uma investigação criminal para conseguir identificar o culpado, que antes passa a ser suspeito e é interrogado e investigado.

A investigação compreende vários elementos e etapas, tais como: colher depoimentos, encontrar provas, fazer a análise de documentos, elaborar relatórios policiais, examinar o local do crime, fazer a revista de suspeitos e colher sus impressões digitais, entre outros.

Esse tipo de investigação geralmente é conduzida pela polícia. No entanto, existem outras autoridades que podem conduzir esse tipo de investigação. Em Portugal, por exemplo, temos a PJ (Polícia Judiciária). Enquanto que nos Estados Unidos há o Federal Bureau of Investigation (FBI) e também o Internal Revenue Service (IRS).

No Brasil, a Operação Lava jato é a maior investigação de corrupção e de lavagem de dinheiro que já existiu em todo o país.

As investigações também podem ser classificadas consoante o nível de interação entre as disciplinas participantes (multidisciplinar, interdisciplinar ou transdisciplinar).

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (28 de Dezembro de 2010). Atualizado em 12 de Dezembro de 2019. Conceito de investigação. Conceito.de. https://conceito.de/investigacao