Conceito de laxo


Jun 13, 14

Do latim laxus, laxo é um adjectivo que qualifica algo relaxado, lasso, livre ou que não tem a tensão que, por natureza, deveria ter. O termo pode ser usado em referência a algo físico ou simbólico (sentido figurado).

Exemplos: “Gosto de tecidos mais laxos, que não agarrem tanto ao corpo”, “Sempre foi um homem de crenças laxas, capaz de se contradizer a si mesmo com enorme facilidade”, “Uma toalha laxa que não se ajusta à mesa é a melhor opção decorativa para o banquete”, “Não se pode ser laxo no cumprimento das normas”.

Dá-se o nome de tecido conjuntivo laxo (ou frouxo) ao tipo de tecido do organismo que apresenta uma baixa percentagem de fibras e cuja origem se encontra no tecido mesenquimal. O tecido conjuntivo laxo pode dividir-se em tecido conjuntivo mucoso ou tecido conjuntivo reticular, entre outros subtipos.

A cutis laxa, por outro lado, é uma doença pouco frequente que implica a degeneração das fibras elásticas da pele. Produz-se por um defeito na enzima Lisil Oxidase que faz com que a pele fique solta e pareça desprender-se do corpo.

Em sentido figurado, laxo é associado à impressão ou ao indefinido. Se uma pessoa disser que tem uma “relação laxa” com o seu companheiro, está a querer dizer que o nível de compromisso não é muito forte. Da mesma forma, um presidente que preste um “apoio laxo” a um ministro, estará, muito provavelmente, a dar um apoio que poderá considerar-se como pouco firme (isto é, instável) ou que se presta a mal-entendidos e falsas declarações.