Conceito.de

Conceito de método dedutivo

O método dedutivo é um método científico que considera que a conclusão está implícita nas premissas. Por conseguinte, supõe que as conclusões seguem necessariamente as premissas: se o raciocínio dedutivo for válido e as premissas forem verdadeiras, a conclusão não pode ser mais nada senão verdadeira.

O raciocínio dedutivo foi descrito pelos filósofos da Grécia Antiga, entre os quais se destaca Aristóteles. Cabe salientar que a palavra dedução deriva do verbo deduzir (do latim deducĕre), que significa tirar conclusões de um princípio, de uma proposição ou suposição.

É o silogismo a base da logica aristotélica, sendo assim, o pensamento logico seria construído através de premissas a fim de se ter uma conclusão.

O método dedutivo é bastante usado por pesquisadores e também por cientistas como um meio de pesquisa. Por meio dele esses profissionais conseguem obter conclusões através de premissas verdadeiras. No processo, eles analisam determinada situação e, logo após, estruturam argumentos e fatos para se concluir uma verdade.

O método dedutivo infere os factos observados baseando-se na lei geral (ao contrário do indutivo, no qual se formulam leis a partir de factos observados). Há quem acredite, como é o caso do filósofo Francis Bacon, que a indução é melhor do que a dedução pelo facto de se passar de uma particularidade para uma generalidade.

O método dedutivo pode dividir-se em método dedutivo direto de conclusão imediata (quando se obtém um juízo/uma opinião relativamente a uma única premissa, sem intermediários) e método dedutivo indireto ou de conclusão mediata (quando a premissa maior contém a proposição universal e a premissa menor contém a proposição particular, a conclusão resulta da comparação de ambas).

Em todo o caso, os investigadores que seguem o método dedutivo começam com o planeamento do conjunto axiomático de partida (onde as suposições devem incorporar unicamente as características mais importantes dos fenômenos, com coerência entre os postulados) e continuam com o processo de dedução lógica (partindo sempre dos postulados iniciais). Como tal, podem designar leis de carácter geral àquelas a que chegam partindo do conjunto axiomático e através do processo de dedução.

Além do método dedutivo, temos ainda o método indutivo e também o método comparativo.

Quanto ao método dedutivo, como aqui já explicado, ele parte da realização de uma análise geral a fim de se chegar a uma conclusão. Cabe dizer, contudo, que esse método não contribui para novos conhecimentos, tendo em vista que a premissa maior trata-se de algo que já foi analisado e também comprovado.

Por outro lado, tem-se o método indutivo que consiste na análise que tem início num dado em especifico e é concluída com um resultado geral. Em outras palavras, esse método faz uso da indução para se desenvolver as etapas do processo.

Mas, como mencionado, há ainda um terceiro método que é o método comparativo. Esse método consiste na investigação de fatos e coisas e na explicação deles com base em suas semelhanças.

 

Na realização de uma pesquisa científica, os cientistas e pesquisadores podem fazer uso, então, desse e de outros métodos. É por meio desses métodos que são analisados objetos, fatos ou acontecimentos por etapas e, desse modo, consegue-se concluir se a informação é ou não é verídica.